O que fez Corinthians desistir do rival Fernando Diniz para a vaga de Tite

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Fernando Diniz na Arena Corinthians: mais um encontro com Audax

    Fernando Diniz na Arena Corinthians: mais um encontro com Audax

A discussão interna do Corinthians pela sucessão de Tite, no último ano, passou, entre outros nomes, pelo rival deste sábado no Campeonato Paulista.

Treinador do Audax, Fernando Diniz segue sua rotina em Osasco e tenta, em 2017, repetir a dose dos últimos anos. O ápice da execução de suas ideias muito autorais veio com o vice-campeonato do Estadual passado, o que gerou rumores de que poderia suceder Tite na partida dele à seleção brasileira. 

Diniz, de fato, foi um nome debatido pelo Corinthians que viria a escolher Cristóvão Borges para a função que estava vaga. A ponto de, publicamente, o treinador ter sido elogiado pelo presidente Roberto de Andrade e citado como um dos analisados em razão de seu destaque com o Audax. 

Por mais que o treinador vice-campeão paulista parecesse uma escolha mais razoável em virtude de seu melhor momento, as ideias de trabalho deixaram o Corinthians inseguro quanto a Diniz. Essa impressão foi fortalecida pelos dois jogos contra a equipe de Osasco no Paulistão e também por uma visita do treinador ao CT Joaquim Grava, pouco antes da saída de Tite.

Na avaliação do Corinthians, a premissa número 1 para o então novo técnico era assegurar que a linha de trabalho de Tite seria mantida. A sensação é que Fernando Diniz tem uma gestão de pessoas mais dura, métodos de treinamento distintos e, acima de tudo, um estilo de jogo peculiar e que não poderia ser implantado no decorrer do Brasileiro. O próprio Diniz, sob contrato, sinalizou que não deixaria o projeto com o Audax e que envolveu o Oeste no segundo semestre durante a Série B. 

Por que então Cristóvão e Fábio Carille

Já Cristóvão evidenciava um perfil conciliador para gerir o grupo, disposição para atuar com a comissão que já estava e, no primeiro momento, não produziu grandes transformações no time. Nem Oswaldo de Oliveira e nem ele funcionaram, mas a efetivação de Fábio Carille em 2017 reforça que a ideia do Corinthians é recuperar, de alguma maneira, a "fórmula Tite".

É justamente para tentar colocar esse desejo em prática que Carille visita o Audax neste sábado. Efetivado, o novo treinador já conseguiu recuperar a estabilidade defensiva que marcou os últimos 10 anos do Corinthians de um modo geral. Ofensivamente, ainda não foi capaz de reproduzir parte do brilhantismo de 2015. Mas são só quatro jogos dele, que admite as dificuldades e procura alternativas.

Enquanto Fernando Diniz, com novos jogadores, exibe um Audax muito semelhante ao dos anos passados, o Corinthians deve atuar em Osasco com a mesma formação que bateu o Novorizontino na quarta. Mas, esperam Carille e seus torcedores, mais perto do padrão que imaginaram Diniz não poderia manter em 2016.

Com Vampeta, rival também é muito presente no Parque São Jorge

Os laços entre Corinthians a Audax vão além da possibilidade de Fernando Diniz ter sido contratado em 2016. Vampeta, presidente da equipe de Osasco, além de Mário Teixeira, proprietário, têm boas relações dentro da direção corintiana. 

A principal parceria diz respeito ao futebol feminino, que tem a fusão do Audax Corinthians desde o ano passado. Além disso, jogadores já foram negociados do time Osasco para o Parque São Jorge: em 2016, os corintianos assinaram com Camacho e Bruno Paulo e, já recentemente, o volante Paulo Roberto foi emprestado. Do lado oposto, Fernando Diniz comanda Léo Artur, atacante emprestado pelos alvinegros. 

FICHA TÉCNICA
AUDAX x CORINTHIANS

Local: Estádio José Liberati, em Osasco
Data: 18 de fevereiro de 2017, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: José Claudio Rocha Filho
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo e Marco Antonio de Andrade Motta Jr

AUDAX: Felipe Alves; Felipe Rodrigues, André Castro e Betinho; Marquinho, Léo Artur, Pedro Carmona e Danielzinho; Gabriel Leite, Ytalo e Hugo.
Treinador: Fernando Diniz

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel; Romero, Camacho (Fellipe Bastos), Rodriguinho e Léo Jabá (Marlone); Kazim. 
Treinador: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos