Pratto comemora gols, mas pede mais pontaria e marcação no São Paulo

José Eduardo Martins e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

Autor de dois gols, Pratto foi o principal destaque do São Paulo na vitória por 3 a 2 sobre o São Bento desta terça-feira, no Morumbi. O atacante, que infernizou a defesa adversária, ressaltou as várias chances criadas pelo time, mas pediu mais pontaria.

"Se coletivamente o time não gera situações o centroavante não faz gol. É um jogo coletivo, o time jogou bem ofensivamente, criou. Agora, fizemos três, mas erramos alguns, três ou quatro, embaixo da trave. Temos que caprichar mais".

O peruano Cueva, autor do terceiro gol, de pênalti, também lamentou a quantidade de gols desperdiçadas durante o jogo. "Foi primeira partida em que me sinto mal por errar tanto gol. Depois, levamos o empate. Agora é seguir trabalhando", afirmou o peruano, que recebeu um abraço do técnico Rogério Ceni depois de converter o pênalti. "Ele [Rogério Ceni] simplesmente falou que por errar um gol eu não posso mudar a forma de jogar", completou o camisa 10.

A precisão nas finalizações não foi o único motivo de "bronca" do artilheiro. Ele também pediu mais empenho marcação – o São Paulo sofreu gols em todas as partidas até agora no Paulista, e por pouco não cedeu o empate para o São Bento.

"Temos que caprichar mais na recomposição, estamos tomando muito contra-ataque. Temos que melhorar a marcação desde lá da frente, jogo a jogo isso vai melhorando. "Eu, Luiz Araújo, Cueva e demais jogadores do ataque temos de fazer mais pressão para que a gente não sofra tanto na defesa com os contra-ataques".

O São Paulo volta a campo pelo Paulistão no próximo sábado, quando visita o Novorizontino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos