Pratto faz dois, pênalti compensa falhas e São Paulo vence São Bento

José Eduardo Martins e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo voltou a assustar seus torcedores com vacilos no confronto diante do São Bento nesta terça, no Morumbi, mas compensou ao virar o jogo e vencer por 3 a 2, com dois gols e grande atuação de Lucas Pratto. A defesa são-paulina falhou duas vezes, e quase jogou fora o esforço do argentino, mas Cueva, de pênalti, garantiu a vitória pela quinta rodada do Paulista.

Mais do que à volta ao caminho das vitórias, o clube do Morumbi teve mais uma atuação ofensiva, com pressão e oportunidades criadas do começo ao fim da partida – os sustos defensivos vieram como efeitos colaterais. Os comandados de Rogério Ceni chegam à terceira vitória e lideram o Grupo B do Campeonato Paulista com 10 pontos. 

O São Bento, por sua vez, continua amargando um péssimo começo de estadual. São quatro derrotas, um empate e a lanterna do grupo, com um solitário ponto.

"Ás vezes se eu me distraio…"

Mesmo jogando em casa e contra o pior ataque do Paulistão até agora, a defesa são-paulina voltou a vacilar. Em escanteio cobrado por Itaqui, Rodrigo Caio chegou atrasado na marcação e viu o adversário Pitty subir e testar para as redes.

Demora pra engrenar

Sofrer gols antes nas partidas tem sido uma das marcas do ofensivo São Paulo de Rogério Ceni. Das cinco partidas disputadas no Paulista até agora, os comandados de Ceni saíram atrás no placar em quatro – a única exceção foi o empate em 2 a 2 com o Mirassol no último fim se semana.

Urso com fome de gol

A reação são-paulina foi comandada por Lucas Pratto. Depois de marcar na estreia, o atacante voltou a balançar as redes e ainda se destacou com muita participação nas jogadas ofensivas – chegou a dar um lindo passe de calcanhar para Cueva, que desperdiçou a oportunidade. Foi da cabeça de Pratto que saiu o gol de empate, ainda na primeira etapa, e o da virada, no começo da segunda. Três gols em dois jogos.

Defesa já é problema

A defesa são-paulina voltou a ser um problema e acabou estragando uma boa atuação ofensiva com falhas e vacilos. Primeiro foi Rodrigo Caio, depois Bruno e Maicon - aos 33 da segunda etapa, com o São Paulo vencendo por 2 a 1, Régis invadiu a área, escapou dos dois com muita facilidade e empatou a partida.

Salvo pelo gongo

Depois de ceder o empate, o São Paulo continuou pressionando, e contou com um pênalti para atingir o objetivo. Chavez foi derrubado na área na marca dos 40 minutos. Cobrador oficial, Cueva colocou a bola debaixo do braço e selou o 3 a 2.

Marcello Zambrana/AGIF

Menos público

O São Paulo não conseguiu lotar o Morumbi nesta terça-feira à noite. O jogo contra o São Bento teve 14.011 pessoas no estádio e parte das arquibancadas vazias. Nos dois primeiros duelos do time neste Campeonato Paulista como mandante, contra Ponte Preta e Mirassol, o Tricolor levou 94 mil pessoas no total.

Desfalque e retorno
 

Cícero não poderá defender o São Paulo no sábado, fora de casa, contra o Novorizontino. Por conta de um carrinho em Giovanni, o meia recebeu o terceiro cartão amarelo no Campeonato Paulista e cumpre suspensão automática. Por outro lado,  Wellington Nem, em fase final de recuperação de estiramento na coxa esquerda, deve ser liberado nos próximos dias para treinar com os companheiros.

 

Opinião dos blogueiros

Juca Kfouri
"Um Pratto que voa, uma defesa que sofre".

Luis Augusto Símon (Menon)
"Bom? Ruim? São Paulo joga um futebol diferente".

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X SÃO BENTO

Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, no Morumbi, em São Paulo
Data: 21 de fevereiro de 2017, terça-feira
Horário: 20h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Daniel Luis Marques
Gols: Pitty (0-1), Pratto (1-1), Pratto (2-1), Regis (2-2), Cueva (3-2)

SÃO PAULO: Sidão, Buffarini, Rodrigo Caio, Maicon e Junior (Bruno); João Schmidt, Thiago Mendes, Cícero e Cueva (Araruna), Luiz Araújo (Chavez) e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Regis, Pitty, Gabriel Santos e Denner; Fábio Bahia, Itaqui, Leandro Melo (Magrão) e Giovanni (Rodrigo Dantas); Renan Mota e Guilherme Queiroz (Bebeto).
Técnico: Paulo Roberto Santos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos