Ricardo Oliveira reforça o Santos contra o Botafogo-SP: "estou ótimo"

Do UOL, em Santos (SP)

  • Guilherme Dionízio/PhotoPress/Estadão Conteúdo

    Ricardo Oliveira volta ao time depois de ser poupado contra o Ituano

    Ricardo Oliveira volta ao time depois de ser poupado contra o Ituano

Um dos pilares citados por Dorival Júnior na última terça-feira (21), após empate contra o Ituano, é a principal novidade do Santos para o jogo deste sábado (25), contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro. Depois de passar mais de uma semana trabalhando para recuperar a forma física ideal, Ricardo Oliveira foi liberado e está à disposição do treinador santista.

Ricardo Oliveira começou a pré-temporada 13 dias depois do restante do elenco por conta de uma caxumba, contraída logo no início do ano. Ele chegou a estrear em 2017 contra a Ferroviária, mas voltou a ser desfalque diante do Ituano. Nesta sexta-feira (24), ele foi o escolhido para dar entrevista no CT Rei Pelé, e garantiu estar preparado para voltar.

"Estou ótimo. Fiquei essa semana fazendo alguns trabalhos específicos, que estavam programados, e me encontro bem", disse o atacante. Me encontro muito forte fisicamente, meus trabalhos são sempre bem feitos", acrescentou o camisa 9 do Santos, que ainda esclareceu porque foi desfalque no jogo do último fim de semana, contra a Ferroviária.

"Eu fiquei fora desse jogo contra o Ituano porque já existia uma programação feita para eu jogar contra a Ferroviária e ficar fora contra o Ituano, já que a programação para minha preparação física seria feita com tempo certo", completou.

O Santos fez na manhã desta sexta-feira (24), no CT Rei Pelé, o último treino antes do jogo contra o Botafogo-SP, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. A atividade foi fechada para a imprensa e a dúvida de quem será o substituto de Lucas Lima e Léo Cittadini permanece.

Para a posição, Dorival Júnior tem algumas possibilidades. Caso queira usar outro meia de origem, a única opção é Rafael Longuine. O mais provável, porém, é que Vitor Bueno seja recuado para a meia, abrindo assim uma disputa pela vaga no ataque, com Thiago Ribeiro, Bruno Henrique e Arthur Gomes. Já o meia Jean Mota, recuperado de lesão no joelho, foi liberado pelo departamento médico e pode ficar no banco, mas ainda não deve iniciar o jogo.

Já no setor defensivo, Cléber, que volta de suspensão, David Braz e Lucas Veríssimo disputam uma vaga ao lado de Yuri.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos