Gilberto diz não se ver à frente de Pratto e quer pôr "dúvida" em Ceni

Do UOL, em São Paulo

Autor de um dos gols do empate do São Paulo com o Novorizontino por 2 a 2, o atacante Gilberto disse não se ver à frente dos concorrentes Lucas Pratto e Chavez no comando do ataque são-paulino. Para o jogador, o objetivo é "colocar uma dúvida" no técnico Rogério Ceni.

"Não me considero (à frente de Pratto e Chavez). Para ser bem sincero, não. A gente trabalha para ajudar o São Paulo e colocar uma dúvida na cabeça do Rogério. Quem for jogar vai tentar fazer gols para ajudar o time. É trabalhar feliz todos os dias, com alegria e seriedade, e a hora que entrar conseguir ajudar", afirmou.

Neste início de temporada, Gilberto balançou as redes cinco vezes em cinco jogos: contra o Moto Club, Ponte Preta (três vezes) e Novorizontino. Já Chávez foi às redes duas vezes em quatro jogos. Recém-chegado, Pratto tem três gols em dois jogos.

"O Pratto e o Chavez são jogadores que já mostraram que são muito bons, sabem fazer gols. Então eu tenho que entrar também para fazer gols para que eu possa continuar brigando pelo meu lugar", continuou Gilberto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos