Baptista coloca jogo contra o Red Bull como 'vestibular' para Libertadores

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • José Edgar de Matos/UOL Esporte

    Eduardo Baptista quer realizar os últimos testes antes da estreia da Libertadores

    Eduardo Baptista quer realizar os últimos testes antes da estreia da Libertadores

Um último teste antes da tão esperada estreia na Copa Libertadores da América. Assim, o Palmeiras encara o Red Bull, nesta sexta-feira, às 21h05 (de Brasília), em duelo pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Quem apresentar um bom nível em Campinas, nesta semana, ganha pontos para o primeiro jogo na competição sul-americana.

Pelo menos este foi o discurso adotado pelo técnico Eduardo Baptista, em entrevista concedida nesta quinta-feira, na Academia de Futebol. O treinador tem como ideia usar o compromisso como um 'vestibular final' antes do jogo de quarta-feira diante do Atlético Tucumán, na Argentina.

"É fazer o jogo com o Red Bull Brasil ser parte fundamental para o jogo de quarta-feira. Uma boa atuação e um bom resultado dão confiança ainda mais para fazer um grande jogo", sentenciou o treinador palmeirense.

"A responsabilidade nossa é de fazer um jogo bom, cravar uma titularidade. Os jogadores estão começando a colocar a espada no seu espaço e ganhando condição", acrescentou o comandante, que não esconde a ideia de usar o jogo como um teste derradeiro.

"A ideia é essa [usar o time da quarta-feira]. Uma boa atuação contra o Red Bull vai credenciar. Não posso fazer essa afirmação, porque temos um grupo grande. Mas a equipe que entrar em campo é um desenho do que virá pela frente na quarta-feira. Temos o Tchê Tchê voltando, por exemplo", afirmou.

O confronto diante do Red Bull, às vésperas da estreia na Copa Libertadores, serve para o Palmeiras consolidar o conforto na liderança do Grupo C do Estadual. Com 12 pontos, o time de Eduardo Baptista possui seis de vantagem em relação ao Santo André, terceiro colocado – dois de cada chave passam ao mata-mata.

O desempenho no confronto desta sexta-feira pelo Paulista, nas palavras do próprio Eduardo, se trata de consolidar um time para o objetivo maior, a Libertadores.

"Esse jogo é importante para cada um de nós, para a gente consolidar o sistema e o jogador jogar. É um passo antes da Libertadores. Temos que encarar o Red Bull com muito respeito, é um elo de ligação para a Libertadores, não que ela seja mais importante.

"O Red Bull é importante para o Paulista e também como um trampolim", completou o treinador palmeirense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos