"Botei duas po... na barreira", diz Cássio sobre falha no gol contra Ponte

Do UOL, em São Paulo

"Eles saíram. Coloquei duas porras para ficar na barreira e eles saíram". Foi assim que Cássio respondeu aos questionamentos sobre o gol que ele sofreu contra a Ponte Preta, ainda no primeiro tempo do jogo deste domingo (12) do Campeonato Paulista, em Campinas. Depois, a equipe da capital ainda conseguiu empatar por 1 a 1. 

A resposta foi dada pelo goleiro na saída dos jogadores para os vestiários no intervalo do 1º tempo e transmitida pela rádio BandNewsFM. Jadson e Maycon eram os escolhidos para a formação da barreira.

Na cobrança de falta de Lucca, a bola passou em cima de Maycon. As câmeras de transmissão não captaram o goleiro reclamando com seus companheiros no momento do gol. 

 

Depois, em entrevista ao PFC, o goleiro pediu desculpas pelo que chamou de erro. Ele também admitiu que a bola batida por Lucca era defensável. 

"Eu falei da barreira, não falei nada de mais. Mas foi um erro da minha parte. Então eu acho que tem que ter maturidade. Devo desculpas aos meus companheiros no vestiário porque não foi legal. E acho que esse tipo de comportamento não pode acontecer", afirmou. 

"Foi um gol defensável. Acabei tomando, mas é normal. Estamos sujeitos a isso. Esse foi um dos jogos que eu defendi mais bola, mas acabei tomando. Foi um deslize, tomei um gol, mas nada de anormal. Futebol é assim mesmo. Saí um pouco irritado e frustrado, mas depois voltei com a cabeça boa. E não pode achar que tomou um gol, virou bola de neve e não está bem", completou. 

Na entrevista coletiva, Fábio Carille também foi questionado sobre o fato, mas preferiu colocar panos quentes na situação. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos