Borja e cia: E. Baptista quer força máxima em clássico contra o Santos

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

O Palmeiras entrará em campo no domingo, às 18h30 (de Brasília), com 'força máxima' diante do Santos, na Vila Belmiro. Pelo menos esta é a ideia do técnico Eduardo Baptista, que expôs os planos para o clássico válido pela nona rodada do Campeonato Paulista em entrevista concedida nesta sexta-feira, na Academia de Futebol.

"A ideia é ter o time completo para o clássico. Vamos avaliar com o departamento médico, vamos aguardar todos para definir. Só não vamos arriscar com ninguém, mas acho difícil isso, porque temos o tempo hábil para nos recuperarmos para domingo", declarou o treinador palmeirense.

O confronto na Vila Belmiro encerra uma série de quatro duelos decisivos consecutivos do Palmeiras ainda neste início de temporada. Depois de vencer São Paulo e Jorge Wilstermann-BOL e empatar com o Atlético Tucumán-ARG, o treinador quer novo resultado positivo por questões acima da técnica.

"Sabíamos deste período e nos preparamos. Passar bem por estes quatro jogos fortalece não só o trabalho da comissão técnica, mas a confiança dos jogadores. Jogos importantes como estes de agora dão confiança para as decisões em abril, tanto no grupo da Libertadores quanto no Campeonato Paulista", acrescentou.


Para o confronto do domingo, o treinador acenou com possíveis mudanças entre os titulares. Embora carregue como base o time que venceu o Jorge Wilstermann na quarta-feira, mudanças capazes de adaptar o time da melhor forma ao confronto na Vila Belmiro.

Tanto que atletas, como o atacante Keno, podem recuperar espaço entre os 11 para o duelo na Baixada Santista. A característica individual de cada atleta pesará para escolher o Palmeiras que iniciará o clássico diante do Santos.

"Vamos fazer isso em todos os jogos. Não vou mexer quatro, cinco peças, a menos que seja para mesclar. Mas em competições importantes, se for contar com todos à disposição, a ideia é criar o time ideal para cada estratégia", sentenciou Eduardo Baptista.

O técnico apela até para o descanso futuro como um fator importante para o time alviverde buscar os três pontos na Vila Belmiro, estádio no qual não vence há seis anos.

"O resultado com o Santos é importante para dar subsídios de descansar alguns e ter quase todos jogando. Vamos precisar de todos para o mês e abril", encerrou o comandante palestrino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos