Mimimi ou politicamente correto? Felipe Melo nega desrespeito ao Santos

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Felipe Melo marcou pela primeira vez com a camisa do Palmeiras e contribuiu de forma positiva para a vitória por 2 a 0 sobre o Mirassol nesta quarta-feira (22). No entanto, na zona mista do Allianz Parque, as declarações do volante no clássico contra o Santos ainda foram repercutidas. Quando perguntado, o camisa 30 negou desrespeito ao rival e atacou a postura da imprensa.

"A imprensa precisa se decidir: ou quer o "mimimi" de sempre, ou o autêntico. Não faltei com respeito ao Santos, nem a Vila Belmiro. Era uma brincadeira, até falei aquele dia. Não sabe brincar? Não desce para o play... Quando eu perder, pode vir me entrevistar, vou falar do mesmo jeito, a vida é assim", disse Felipe Melo.

"As pessoas, e a imprensa, precisam decidir: vocês querem a verdade ou o politicamente correto? Posso ser o politicamente correto, sem problema nenhuma", acrescentou, seguido das famosas frases clichês de alguns atletas após os jogos.

Quando perguntado se o Palmeiras era o time a ser batido nesta temporada, o volante mostrou novamente seu lado falador. "Óbvio que é, somos os campeões brasileiros. Isso não significa que somos os melhores. Mas não podemos negar que temos um dos melhores elencos do Brasil e que vamos brigar por títulos, sim. São títulos que nos colocam na história", finalizou.

A polêmica referente ao Santos aconteceu no último domingo, quando, ao final da partida, Felipe Melo rebateu a torcida rival, que o provocou durante boa parte do clássico paulista. "A gente está acostumado a jogar em caldeirão. Nunca vi caldeirão com oito mil pessoas. Caldeirão é lá no chiqueiro, pô. Mas é isso, é um grande time. Deixando a brincadeira de lado, o Santos é um ótimo time, excelente time", disse na Vila Belmiro.

Durante o jogo, a torcida santista cantou "não é mole, não, Felipe Melo afundou a seleção" em referência à participação do atleta no time do Brasil na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Com bola rolando, o volante gesticulou pedindo "mais" ao público rival e dançou com Mina na comemoração do segundo gol do Palmeiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos