Renan e desfalques? Como Ceni pode corrigir 2ª pior defesa do Paulista

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CONTEÚDO

    O técnico Rogério Ceni

    O técnico Rogério Ceni

O técnico Rogério Ceni tem dificuldades para montar a sua equipe para enfrentar o Botafogo, nesta quarta-feira (22), às 21h45, em Ribeirão Preto. Não bastasse ter a segunda pior defesa do Campeonato Paulista, com 18 gols sofridos em nove partidas (média de dois tentos por jogo), o treinador tem uma coleção de desfalques.

Os zagueiros Rodrigo Caio, com entorse no joelho esquerdo, e Maicon, que sofreu um entorse no tornozelo esquerdo no início deste mês e aprimora a preparação física, o goleiro Sidão, com lombalgia, e o volante Cícero, com torcicolo, não foram relacionados. A lista de ausências fica completa com os selecionáveis Lucas Pratto, Cueva e Buffarini, que representam seus países nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Com tantos problemas, fica difícil para o treinador encontrar um time titular. Veja quais alternativas podem ser utilizadas por Rogério Ceni para montar o São Paulo e evitar que o time complete 12 partidas sofrendo gols.

Goleiro

A solução deve ser Renan Ribeiro. O arqueiro teve a sua primeira chance de mostrar serviço na temporada no jogo contra o Ituano, no último sábado (18) e não decepcionou. Empolgado com a oportunidade de jogar em sua cidade natal, Renan Ribeiro deve contar também com o apoio da torcida. Por isso, aparece como favorito na disputa com Denis.

Zaga

Lugano pode ajudar a melhorar o posicionamento da defesa. O uruguaio, de 36 anos, é visto ainda como o jogador a transmitir experiência para os mais jovens. A outra vaga fica entre Douglas e Breno, que tentam ganhar mais ritmo neste início de temporada. Lucão, que ainda não teve chance de jogar neste ano, também aparece como uma boa opção.

Sistema tático

Sem o meia Cueva e atuando fora de casa, Rogério Ceni deve fazer com que o time adote uma postura mais cautelosa na partida desta quarta-feira. O meio de campo deve ser formado por Jucilei, que pode ser recuado até para atuar como um zagueiro, Thiago Mendes e João Schmidt. A ideia é não deixar a defesa tão exposta como nas demais partidas.

Bola parada

Rogério Ceni tem trabalhado exaustivamente as cobranças de escanteio e de faltas para evitar que o time volte a tomar gols desta maneira.

Ficha técnica

Data: 22 de março de 2017
Horário: 21h45
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Fabrício Porfírio de Moura e Tatiane Saciotti dos Santos Camargo
Botafogo: Neneca; Samuel Santos, Gualberto, Filipe e Diego Pituca; Marcão Silva, Fernando Medeiros, Bileu e Vitinho; Francis e Marcão. Técnico: Moacir Júnior
São Paulo: Renan Ribeiro; Bruno, Breno (Douglas), Lugano e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e João Schmidt; Wellington Nem (Chávez), Gilberto e Luiz Araújo. Técnico: Rogério Ceni.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos