Questionado pela torcida, Vitor Bueno é 'melhor em tudo' no Santos em 2017

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

Vitor Bueno parece ter absorvido bem as críticas pelo incrível gol perdido na derrota do Santos para o Palmeiras, no último domingo. Bancado por Dorival Junior apesar das críticas da torcida, o meia voltou a marcar nesta quarta-feira (23) e confirmou a tendência deste início de temporada: o camisa 7 tem sido o jogador mais eficiente do elenco.

Bueno fez o primeiro na vitória por 2 a 0 diante do São Bento, recolocando a equipe entre as classificadas para a próxima fase, mas foi mantido por Dorival por sua efetividade na temporada.

"Estive contestado nas redes sociais, mas procuro absorver e no jogo pude mostrar o meu valor. Agradeço ao Dorival, que sempre me ajudou, pela confiança, não me ameaçou tirar do time. Hoje está a prova que jogamos bem e fui premiado com o gol", disse o meia ao Premiere após a partida.

O jogador é o artilheiro do Santos em 2017 com seis gols em 12 jogos, e tem média significativa para a função que exerce: um gol a cada dois jogos. A fase artilheira não é nova. No ano passado marcou dez vezes e só perdeu para Ricardo Oliveira, autor de 11. Apesar de jovem, Bueno é quem mais acerta finalizações no Santos, de acordo com o Footstats.

"Esse tipo de situação [gol perdido] não há necessidade de falar. Falei apenas para insistir, continuar trabalhando, que as coisas vão acontecer. O Vitor tem um ótimo poder de finalização", elogiou Dorival.

Além disso, supera até mesmo Lucas Lima no quesito criação. Serviu os companheiros em 14 jogadas que resultaram em finalizações contra 12 do companheiro. Lucas Lima, entretanto, teve três de suas assistências que resultaram em gol contra apenas uma de Bueno.

Outra vertente que apresenta é com relação aos cruzamentos. Apesar da liberdade dada por Dorival a Zeca e Victor Ferraz, Bueno lidera no quesito cruzamentos certos: 20 ao todo.

Para conquistar de vez o treinador, o jogador apresenta disposição na marcação. Depois de Thiago Maia, principal ladrão de bolas, foi quem mais cooperou com a equipe, com 16 roubadas, mesmo número de Zeca.

Dorival já mexeu nas vagas de jogadores considerados titulares no último ano, tirando o colombiano Copete para a entrada de Bruno Henrique.

Vitor Bueno tem sua titularidade questionada por parte da torcida do Santos e sofre pressão, principalmente, devido à 'sombra' de Vladimir Hernández, espécie de xodó dos santistas devido ao gol de bicicleta logo em sua estreia - vitória por 5 a 1 diante do Kenitra, do Marrocos. Nesse mesmo jogo, Bueno marcou dois gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos