Golaço do Audax impede Palmeiras de garantir 1º lugar antecipado

Do UOL, em São Paulo (SP)

Um golaço anotado por Léo Arthur impediu o Palmeiras de comemorar a primeira classificação geral do Campeonato Paulista de maneira antecipada. Com uma equipe majoritariamente formada por reservas, o Palmeiras ficou apenas no 2 a 2 com o Audax-SP, em pleno Allianz Parque, e dependerá da última rodada para alcançar o principal objetivo da comissão técnica.

O tropeço deste final de semana, ocorrido depois de a equipe alviverde liderar por duas vezes o marcador, deixa o Palmeiras – líder garantido do Grupo C- com 25 pontos restando uma rodada para o fim da primeira etapa do Paulista. O arquirrival Corinthians, com uma partida a menos, pode chegar a 26 se vencer os dois compromissos restantes.

Enquanto o Palmeiras segue tranquilo, o Audax vive situação complicada, apesar do bom resultado no Allianz Parque. O time de Osasco soma apenas nove pontos depois de 11 partidas e segue na zona de rebaixamento, mas ainda vivo para evitar a queda para a Série A-2, um ano depois do vice-campeonato estadual.

Para garantir o primeiro lugar ao fim da etapa de grupos, o Palmeiras depende de um empate na última rodada, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante da Ponte Preta, no Moisés Lucarelli - o Corinthians, se vencer os dois duelos, precisaria tirar uma diferença de 13 gols de saldo para ultrapassar o arquirrival. O Audax, com sérios riscos de queda, recebe o Santo André, na mesma data e horário.

Quem foi bem: Róger Guedes

Depois de declarar ao UOL Esporte a vontade de ser definitivamente titular neste novo Palmeiras, Róger Guedes correspondeu às expectativas neste sábado, em nova oportunidade cedida por Eduardo Baptista. O camisa 23 abriu o placar e apresentou boa movimentação no setor mais ofensivo. Já são três tentos anotados em 2017.

Quem foi mal: Felipe Alves

O goleiro do Audax, em uma tarde pouco inspirada, errou quando exigido de forma mais veemente. Ainda no primeiro tempo, ao ser pressionado, tocou a bola nos pés de Michel Bastos, que quase anotou um golaço por cobertura. Minutos depois soltou a bola nos pés de Róger Guedes, autor do gol responsável por abrir o placar.

Tropeçou, mas segue invicto

Um dos principais personagens do Palmeiras no título brasileiro do ano passado, Jailson ganhou a primeira chance de atuar na temporada 2017. Mesmo com o tropeço diante do Audax, o goleiro alcançou uma marca importante: quase seis meses sem perder. O último revés da equipe com o camisa 14 no gol ocorreu em 28 de setembro do ano passado – derrota por 2 a 1 para o Grêmio, pela Copa do Brasil.

Folga

Para o compromisso deste final de semana, o Palmeiras aproveitou o confronto diante do Audax para descansar alguns jogadores. A começar pelo goleiro Fernando Prass, que assistiu o retorno de Jailson à meta titular de um camarote da arena. Dos atletas costumeiramente titulares, apenas Vitor Hugo, Zé Roberto e Tchê Tchê atuaram.

Velho estilo

Mesmo sem a maior parte dos jogadores vice-campeões estaduais no ano passado, o Audax consegue manter o padrão de jogo responsável por surpreender os rivais em 2016. Apesar da situação delicada na tabela e novos jogadores, a equipe de Osasco segue com o padrão do ano passado, no qual envolveu o Palmeiras. Na primeira etapa, a posse de bola dos visitantes chegou a 60%. No segundo tempo, a postura mais reativa, conforme previra Eduardo Baptista, se apresentou como opção.

'Alô, mãe'

Ale Cabral/AGIF

Quem tirou o Palmeiras do sufoco durante a etapa de abertura da partida foi Róger Guedes. Quando o relógio já apontava para os acréscimos do primeiro tempo, Michel Bastos recebeu com liberdade e arriscou de fora da área. O camisa 23, no rebote do goleiro Felipe Alves, completou para as redes. Na comemoração, a já tradicional comemoração 'alô, mãe', em homenagem ao 'parça' Gabriel Jesus.

Jesus em casa

O sinal de telefone feito por Róger Guedes se justifica pela presença de Gabriel Jesus no Allianz Parque. Um dia depois de visitar os ex-companheiros na Academia de Futebol, o atual centroavante do Manchester City e da seleção brasileira assistiu ao duelo deste sábado em um camarote da nova arena. Fernando Prass, poupado, também esteve presente.

Cadê o padrão Fifa?

O gol de empate Audax no Allianz Parque trouxe uma situação rara no futebol atual, de novas e estruturadas arenas. O arremate certeiro de Betinho, aos 21min, furou a rede do gol defendido por Jailson.

Um corpo que cai

Foi chorado o segundo gol do Palmeiras no Allianz Parque. Opção da comissão técnica para o segundo tempo, Willian recebeu cruzamento de Erik e arrematou para boa defesa de Felipe Alves. No rebote, mesmo caído, completou para as redes e deu tranquilidade ao time da casa. O ex-atleta do Cruzeiro anotou o quarto gol na temporada.

Uma pintura no Allianz

Léo Arthur impediu (com estilo) o Palmeiras de sair vitorioso na tarde deste sábado. Uma finalização por cobertura superou o goleiro Jailson, que, mesmo com todo o esforço, não impediu o gol.

8º jogo sem derrota

Cercado de desconfiança desde a chegada ao Palmeiras, especialmente pelo peso de substituir o campeão brasileiro Cuca, Eduardo Baptista alcançou uma marca importante neste sábado, apesar do tropeço no Allianz Parque: são oito jogos sem derrota, justamente em um período repleto de decisões pela frente. A partir da semana que vem, o time entra em definição no Paulista (mata-mata) e na Libertadores (fase de grupos).

Fora da última rodada

Finalizado o compromisso deste sábado, o Palmeiras já possui dois desfalques para a última rodada do Campeonato Paulista. Os meio-campistas Thiago Santos e Tchê Tchê receberam o terceiro cartão amarelo diante do Audax e não encaram a Ponte Preta, na quarta-feira.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x AUDAX-SP

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 25 de março de 2017 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Público: 27.386
Renda: R$ 1.561.992,32
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Róger Guedes, Thiago Santos, Antônio Carlos e Tchê Tchê (Palmeiras); Matheuzinho e Felipe Alves (Audax)

PALMEIRAS: Jailson; Fabiano, Antônio Carlos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos; Róger Guedes, Tchê Tchê, Michel Bastos (Vitinho) e Keno (Erik); Alecsandro (Willian).
Técnico: Eduardo Baptista.

AUDAX-SP: Felipe Alves; Felipe Rodrigues (Betinho), André Castro e Magal; Matheus Vargas, Matheuzinho, Bruno Guimarães, Léo Artur; Ytalo, Marcus Vinícius (Marquinhos) e Rafinha (Léo Cereja).
Técnico: Fernando Diniz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos