Por mata-mata, Eduardo Baptista volta a fechar treinos do Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Baptista quer privacidade no Palmeiras

    Baptista quer privacidade no Palmeiras

Eduardo Baptista quer privacidade e, por este motivo, fechará todos os treinos às vésperas das partidas daqui para frente. A proximidade do mata-mata e dos dois confrontos decisivos diante do Peñarol, pela Copa Libertadores da América, resultaram no retorno da prática adotada pelo comandante depois do dérbi contra o Corinthians.

Nesta terça-feira, por exemplo, apenas o aquecimento foi liberado para a imprensa. O trabalho tático, o último antes do compromisso contra a Ponte Preta, pela última rodada do Campeonato Paulista, ocorreu sem a presença dos profissionais de imprensa.

Pelo segundo jogo consecutivo, a lista de relacionados não será divulgada pelo clube. Esta iniciativa começou na última sexta-feira, por ordem do departamento de futebol.

Para este compromisso, a equipe alviverde não deve contar com cinco titulares. Além do lesionado Jean, Eduardo Baptista trabalhou nesta terça sem os convocados Dudu (Brasil), Guerra (Venezuela), Mina e Borja (Colômbia), que entram em campo pelas suas respectivas seleções à noite.

O Palmeiras se concentra na Academia de Futebol e viaja apenas na quarta-feira para Campinas, local da partida contra a Ponte Preta. O confronto pela última rodada do Paulista ocorrerá no Estádio Moisés Lucarelli e tem início marcado para as 20h30 (de Brasília).
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos