SP fecha elenco e vê com naturalidade torcida de Ceni por Everton Ribeiro

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Com as chegadas do lateral esquerdo Edimar e do meia Thomaz, o São Paulo está muito perto de fechar o seu elenco para este primeiro semestre. A não ser que aconteça alguma mudança grande nos rumos, o Tricolor não vai conseguir entrar em acordo para contratar o meia Everton Ribeiro, do Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos.

"Agora, com o Edimar e o Thomaz, o São Paulo está com o elenco fechado. Trouxemos os jogadores que precisávamos e estamos com o time muito unido", afirmou o diretor de futebol do clube, José Jacobson Neto.

O Tricolor não nega que chegou a ter interesse na contratação de Everton Ribeiro. Porém, por conta dos valores, a transação ficou longe de ser concretizada.

"Parece que o Flamengo e o Palmeiras estão no negócio. Nós não vamos entrar em um leilão", disse Jacobson.

Por outro lado, o técnico Rogério Ceni se mostrou empolgado com a possibilidade de contar com Everton Ribeiro que brilhou no Cruzeiro entre 2013 e 2014. Após a partida contra o São Bernardo, na quarta-feira (29), o treinador disse que o meia seria muito "bem-vindo" ao clube. Tal declaração foi encarada com naturalidade pela diretoria tricolor.

"O Rogério sempre busca o protagonismo. Sempre busca o melhor. Não teve qualquer problema [na declaração]", disse Jacobson, que negou a possibilidade de o São Paulo também contratar o zagueiro Bressan, do Grêmio, para a vaga de Lyanco - negociado com o Torino, da Itália.

"Não tem nada. Temos excelentes jogadores para a posição", destacou o dirigente.

A preocupação de Ceni pode ser explicada pela maratona de jogos que o São Paulo vai enfrentar em abril. O time disputa partidas decisivas no Campeonato Paulista, na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos