Foco total: Corinthians busca fim das oscilações no mês do mata-mata

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Corinthians enfrentará o Botafogo na partida de ida das quartas do estadual

    Corinthians enfrentará o Botafogo na partida de ida das quartas do estadual

Até nove jogos decisivos somente no mês de abril. O Corinthians está diante dessa maratona de disputas de mata-mata e dará início à série neste sábado, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

O time alvinegro ainda enfrenta a Universidad de Chile na primeira fase da Copa Sul-Americana e o Internacional na luta por uma vaga nas oitavas da Copa do Brasil. Se chegar à decisão do Paulistão e avançar na Copa do Brasil, serão cinco disputas de mata-mata até o dia 10 de maio, data da partida de volta contra os chilenos fora de casa.

No Corinthians, a sequência é vista de forma positiva. Em entrevista ao UOL Esporte, o técnico Fábio Carille disse que os jogos serão importantes para o grupo corintiano manter a concentração em nível máximo durante todas as partidas.

Segundo o comandante alvinegro, os treinos diários não mudam muito, mas a conversa e a preparação psicológica será diferente, a fim de evitar a perda de concentração - fato que ocorreu em alguns jogos da fase de grupos do estadual.

"Não há mudanças nos treinos, no dia a dia em si, mas a concentração muda muito. Ela precisa estar no topo durante todos os jogos e não há oscilação como na primeira fase", disse Carille.

Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, Carille fez elogios ao primeiro adversário da maratona. "O Botafogo é um time que compete muito, assisti um jogo deles dez dias atrás, competem muito, a gente vai ter que competir para sobressair as questões técnicas", afirmou.

A palavra concentração também foi mencionada pelo meia Jadson, que ainda ressaltou a importância de o Corinthians encarar os jogos de um modo diferente a partir de agora. "São 180 minutos de concentração total agora. É importante o grupo estar fortalecido neste momento para conseguir as vitórias", disse.

O camisa 77 voltou a falar ainda sobre a evolução corintiana neste começo de temporada e o status de quarta força do Estado citada nas primeiras semanas do ano. O Corinthians terminou a primeira fase com 24 pontos, com a segunda melhor campanha, apenas um ponto atrás do Palmeiras.

"Apesar da desconfiança no começo, temos os pés no chão. Não ganhamos nada. O grupo é bom. Podemos surpreender ainda mais", disse o meio-campista.

Apenas um dúvida

O Corinthians pode entrar em campo com um desfalque no time que é considerado o ideal. O meia Rodriguinho não treinou com bola nesta sexta-feira e fez apenas o aquecimento no campo. O atleta, com dores no joelho esquerdo, fez um trabalho físico nas área internas do CT Joaquim Grava.

Em contrapartida, a equipe de Fábio Carille terá o retorno de Pablo, que cumpriu suspensão contra o Linense. O lateral Fagner e o atante Romero retornam à titularidade depos de servirem suas seleções. No meio-campo, o time ainda terá Maycon, recuperado de uma infecção intestinal. 

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO x CORINTHIANS

Data: 1º de abril de 2017, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Competição: Campeonato Paulista (ida das quartas de final)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Herman Brumel Vani e Mauro André de Freitas

BOTAFOGO: Neneca; Samuel Santos, Matheus Mancini, Gualberto e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca e Rafael Bastos; Francis e Marcão. Técnico: Moacir Júnior

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho (Camacho) e Romero, Jô. Técnico: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos