Palmeiras volta ao Pacaembu com uma recomendação: humildade

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Bê Caviquioli/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Palmeiras venceu por 3 a 1 na ida e carrega confortável vantagem para esta sexta-feira

    Palmeiras venceu por 3 a 1 na ida e carrega confortável vantagem para esta sexta-feira

Por causa da troca de gramado do Allianz Parque, o Palmeiras viu-se obrigado a receber o Novorizontino nesta sexta-feira, a partir das 21h (de Brasília), fora da arena. O Pacaembu foi o palco escolhido para a equipe alviverde assegurar uma vaga na semifinal do Campeonato Paulista, e dois fatores reforçam a confiança de Eduardo Baptista.

Primeiramente, a vantagem adquirida no jogo de ida. No último domingo, o Palmeiras venceu por 3 a 1, fora de casa; placar que permite ao time alviverde avançar com até uma derrota por um gol de diferença. No entanto, para evitar qualquer chance de zebra, Eduardo Baptista faz questão de aumentar a cobrança.

"Bom que trouxemos um bom resultado, mas não podemos nos acomodar. Temos de marcar. Sem a bola, ter a humildade de marcar o Novorizontino, que criou dificuldades", alertou o treinador, na última entrevista antes do compromisso desta sexta-feira.

O Palmeiras terá força máxima, mesmo diante da confortável situação no confronto. Eduardo Baptista quer também usar o confronto para exigir desempenho no último teste antes do confronto diante do Peñarol, marcado para quarta-feira e válido pela terceira rodada da Copa Libertadores.

"Trabalhamos bastante nesta semana. Foi uma partida difícil em Novo Horizonte. (...) Fazendo um jogo com todos estes eventos, você ganha confiança e vai com tranquilidade para o jogo de quarta-feira", destacou.

Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Eduardo Baptista trabalhou a concentração do elenco diante da vantagem no 1º jogo

Para superar as exigências da própria comissão técnica, o elenco ainda encara o desafio de sair do palco no qual perdeu pela última vez em julho do ano passado – derrota para o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro.

Sem o Allianz Parque, a diretoria apelou para o Pacaembu, também um estádio no qual historicamente a equipe obtém sucesso. São 27 títulos conquistados no Paulo Machado de Carvalho, que receberá mais de 25 mil palmeirenses na noite desta sexta-feira.

Ao todo, a equipe entrou em campo 1105 vezes no estádio municipal, e o retrospecto também é muito positivo: 560 vitórias, 298 empates e 247 derrotas. Eduardo Baptista se apega a isto também para pouco se preocupar com a saída do Allianz Parque em pleno mata-mata.

"Com o Pacaembu lotado se torna a casa. O Palmeiras aprendeu a jogar na sua arena e criou-se um clima ali dentro. Palmeiras é o time que mais venceu no Pacaembu e a química com a torcida, mais do que a arena, faz a diferença. Vamos nos sentir em casa", afirmou.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x NOVORIZONTINO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 7 de abril de 2017 (sexta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Eduardo Vequi Marciano

PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo e Tchê Tchê; Willian, Alejandro Guerra (Keno ou Michel Bastos) e Dudu; Miguel Borja.
Técnico: Eduardo Baptista.

NOVORIZONTINO: Michael; Moacir, Domingues, Diego Sacoman e João Lucas; Éder, Doriva e Fernando Gabriel; Roberto, Henrique (Cléo Silva) e Everaldo.
Técnico: Silas Pereira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos