Ceni declara fim de rodízio no São Paulo para Cruzeiro e finais do Paulista

Do UOL, em São Paulo

As trocas entre uma partida e outra, marca do trabalho de Rogério Ceni como treinador, serão minimizadas nas próximas semanas. Depois de o São Paulo golear o Linense por 5 a 0 neste sábado, ele explicou qual será a programação para os jogos que virão: Cruzeiro, na quinta-feira (13) e na quarta seguinte (19), com ainda dois jogos pela semifinal do Paulista nos próximos finais de semana. 

"Não vou mais poupar, mas pode se usar alguém por 60 minutos e tirar para manter a pegada, o ritmo de jogo. O caso do Gilberto é assim, porque joguei dois seguidos com Pratto, fiz esse com Gilberto, já jogamos com Chávez (na Argentina) e demos rodagem para a equipe. Com 11 jogadores nós não vamos jogar os quatro jogos consecutivos, mas é onde precisamos da força dos jogadores", afirmou Ceni. 

"É possível administrar 14, 15 jogadores (com expectativa de titularidade), há equipes que administram mais. O importante é que eles entendam que só 11 entram em campo, que dos inscritos no Paulista, 29 ou 30 participaram do campeonato. Cada um tem sua oportunidade, uns mais ou outros menos. Futebol é assim. É aproveitar sua chance e momento. Tentei ser o mais justo possível com todos e agora definimos, dentro das nossas possibilidades, um time para quinta-feira", disse também Ceni. 

"Aqui tentamos equilibrar o elenco, que não é um dos maiores e dos mais experientes. Por isso, rodamos para jogarmos de maneira igual com equipes com elencos maiores e jogadores mais experientes, com folhas mais altas, com três ou quatro jogadores por posição", justificou ainda o treinador. "O Cruzeiro (rival pela Copa do Brasil) é um time bem formado, com jogadores mais experientes que o nosso, vamos tentar fazer o melhor com o apoio do torcedor na quinta", definiu. 

Ceni também fala sobre Thomaz, que fez gol, e Marcinho e Morato, novos atacantes adquiridos

Rogério tratou de falar sobre Marcinho, destaque do São Bernardo que assinará contrato na próxima semana, e Morato, do Ituano e também de chegada. "Estamos observando, eu gosto de jogadores de lado. Como já tinha dito, achava que Rogério não voltaria (do Sport) e infelizmente tive razão. Infelizmente o perdemos. Agora, tentamos suprir essa ausência do Rogério, que retornaria próximo mês, observando no mercado jogadores de potencial viáveis da folha de pagamento do clube para tentar acertar", disse. 

"Observamos dois jogadores (Morato e Marcinho), e eu dou minha opinião, discuto com os meninos da comissão técnica e o São Paulo tenta fazer as contratações. Pelo Thomaz eu trabalhei mais, agi diretamente para que ele viesse e fiquei feliz com a atuação. Ele se condicionou melhor por uma semana, porque tinha um problema na mão, se cansou muito hoje, mas foi importante a participação dele em 90 minutos", fechou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos