Kleina diz que pênalti ajudaria mesmo sem o gol: "Prass teria sido expulso"

Do UOL, em São Paulo

O pênalti não marcado de Fernando Prass sobre William Pottker deve ser o assunto da semana até o jogo de volta entre Ponte Preta e Palmeiras. Para Gilson Kleina, a penalidade teria ajudado a Macaca mesmo se o quarto gol não saísse, já que o goleiro alviverde poderia ter sido expulso.

"O pênalti existiu. Não sei se faríamos o quarto gol, mas sei que o Fernando Prass teria sido expulso e o Palmeiras perderia a referência para o segundo jogo, sim. A gente tem que pontuar essa situação", disse o treinador na entrevista coletiva após a vitória por 3 a 0 no Moisés Lucarelli.

Na saída de campo, os atletas afirmaram que Kleina não permitirá a empolgação durante a semana. O tom do discurso do técnico confirmou a análise dos jogadores. "Não vamos ter uma semana de 'já ganhou', pelo contrário, vamos trabalhar mais forte ainda para que a gente possa merecer o resultado", avisou.

"A Ponte está trabalhando forte, mas nesse segundo jogo precisamos ter atenção. A gente sabe o que vai envolver esse jogo, o que o Palmeiras vai fazer conosco lá. A Ponte Preta é uma equipe aguerrida que tem tudo para atingir o objetivo", emendou Kleina, que terá a semana até o jogo de volta no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos