R. Caio tira amarelo de Jô e é elogiado por rival: "Futebol precisa disso"

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians poderia ter perdido Jô para o segundo jogo da semifinal do Campeonato Paulista contra o São Paulo, mas acabou salvo por Rodrigo Caio. O zagueiro tricolor admitiu ter pisado no pé de Renan Ribeiro e inocentou o atacante adversário, que teve o cartão amarelo revogado pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira.

A atitude foi elogiada pelo atleta do Timão. "Tem que valorizar essa atitude do Rodrigo Caio, que teve uma atitude de homem e admitiu que foi ele quem pisou no Renan", exaltou o atacante. "É uma amostra de que o futebol está mudando, que dá para ser honesto. Eu fiquei tranquilo porque sabia que não tinha pegado no Renan, mas ainda bem que o Rodrigo teve a honra de admitir", completou Jô, que já acumula dois cartões amarelos e estaria suspenso para a segunda semifinal se recebesse o terceiro.

O técnico corintiano Fábio Carille também exaltou a postura de Rodrigo Caio em sua entrevista coletiva. "Que legal essa postura do Rodrigo Caio dentro do futebol brasileiro. Com cada um procurando ver o seu lado hoje em dia, é sempre bom ver uma atitude como a do Rodrigo Caio. Pode ter certeza que no domingo eu vou procurá-lo para dar um abraço nele. O futebol precisa disso. Não adianta ser malandro, a malandragem não ajuda. Parabéns pela atitude dele", elogiou.

O são-paulino Luiz Araújo também falou sobre a atitude do companheiro. "Ele viu ali que não tinha sido o Jô e resolveu avisar o juiz. Agiu certo, foi honestidade. Se ele achou certo o momento de falar… A honestidade vale muito", opina. O Timão também se manifestou em tom de elogio nas redes sociais.

O pisão de Rodrigo Caio no goleiro são-paulino foi acidental, como era de se esperar. O Corinthians venceu o São Paulo no Morumbi por 2 a 0 com gols de Jô, em posição duvidosa, e Rodriguinho.

Ao final da partida, o zagueiro mostrou-se irritado pelo revés e falou brevemente sobre o assunto. "Fiz apenas o que deveria ser feito", resumiu. Ainda sobre o assunto, ele voltou a falar na zona mista. "Eu só falei para ele que eu tinha pisado no Renan, e não o Jô. Cada um com sua consciência."

Ceni não se empolga com o lance

Ao tratar do ocorrido em sua entrevista coletiva, o técnico Rogério Ceni não entrou muito nos elogios a Rodrigo Caio. "Não vi muito bem o que aconteceu. Vi o Jô chegando por trás, mas parece que foi o Rodrigo quem acertou o Renan. Ele está de parabéns, é um menino bom, fez o jogo do fair play, como todos fazem em uma partida", ponderou o treinador, preferindo não se colocar no lugar de seu comandado quando perguntado sobre se teria a mesma atitude. "Não posso te responder essa pergunta porque eu não jogo mais."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos