Carille ignora "futebol bonito" e vê Corinthians organizado e dedicado

Do UOL, em São Paulo

Fábio Carille faz sua primeira temporada à frente do Corinthians e vai disputar a primeira final na decisão do Campeonato Paulista. O técnico comemorou não só a vaga, mas que o atual elenco entendeu o que ele pede desde o início do ano.

"Mesmo não sendo o futebol bonito, o Corinthians tem organização, função, triangulação e dedicação de todos. Os jogadores compraram a ideia de trabalho, a forma de jogar e se dedicaram muito desde o que pedimos no primeiro jogo. A gente chega muito forte nessa final", disse.

No início de 2017, a equipe alvinegra chegou a ser cotada atrás dos outros grandes de São Paulo para o título do estadual. Agora, porém, só o Corinthians segue vivo na disputa.

"Por tudo que aconteceu no passado, Palmeiras campeão brasileiro e com reforços, Santos bem montado, São Paulo contratando bem, é normal que a quarta força seria destinada para nós, mas eu falei desde dezembro que nossa equipe seria organizada. Sempre falei em organização e entrega. Vai ser uma marca no meu trabalho", afirmou.

O time do Parque São Jorge conquistou a vaga na decisão após vencer o São Paulo no jogo de ida por 2 a 0 e depois empatar por 1 a 1 neste domingo (23). "Esse empate em casa, dessa forma, não incomoda. O São Paulo teria que vir pra cima por causa do resultado do primeiro jogo, mudou a equipe, mas a gente está muito feliz porque estamos na final."

O adversário na final será a Ponte Preta, que tem dois jogadores emprestados pelo Corinthians, Lucca e Yago. "Eles são excelentes profissionais. Tivemos uma conversa antes da saída deles. Eu acho que os dois têm que jogar a partir do momento que não vamos utilizá-los. O Lucca eu queria que ele ficasse, mas ele foi para lá, está lá, está bem e tem que jogar", explicou o técnico do Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos