Corinthians recebe São Paulo para romper barreira da "4ª força" em 2017

Diego Salgado e Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Jogadores do Corinthians celebram segundo gol marcado contra o São Paulo

    Jogadores do Corinthians celebram segundo gol marcado contra o São Paulo

Romper uma barreira repetida à exaustão nos últimos meses está em iminência. O Corinthians entra em campo neste domingo diante do São Paulo em Itaquera na busca pela classificação à final do Campeonato Paulista. Se conseguir, o time alvinegro garantirá, no mínimo, o posto de segunda força do Estado.

No começo do campeonato estadual, o Corinthians, que venceu o primeiro jogo da semifinal por 2 a 0 no Morumbi, era apontado como a quarta força entre os maiores rivais por parte dos analistas e comentaristas.

Durante a competição, entretanto, o Corinthians começou a reverter tal afirmação e cansou de usar a frase nas entrevistas. Entre uma menção ou outra sobre a expressão, o time conseguiu derrotar os três adversários. Na fase de grupos, passou pelo Palmeiras e o Santos em Itaquera por 1 a 0 e empatou por 1 a 1 com o São Paulo no Morumbi.

Os jogadores corintianos não aliviaram. Antes mesmo do primeiro clássico, o atacante Romero mostrou que o termo "quarta força" incomodava o elenco. "Vamos brigar para ser campeão estadual. É tratar sempre de fazer nosso melhor e crescer a cada dia. Vamos melhorar para enfrentar os rivais que falam que somos um time fraco", disse antes do jogo contra o Palmeiras.

Fagner também falou sobre a condição corintiana em relação aos rivais. "Cada um tem a sua opinião e falar o que bem entende. A gente sabe da força que tem a camisa do Corinthians e da competência que cada um tem de ter.  Prefiro e deixo eles com a opinião deles. Vamos trabalhar e responder da melhor maneira dentro de campo", frisou o lateral.

Depois de abrir vantagem sobre o São Paulo diante de mais de 40 mil torcedores presentes ao Morumbi, o presidente corintiano Roberto de Andrade chegou a citar o Brasileirão 2015, campeonato marcado por um desmanche no elenco nas primeiras rodadas e o título alvinegro ao fim de 38 jogos.

"Não é a primeira vez que vocês erram fazendo esse tipo de análise. Em 2015 falaram que o Corinthians tinha time para cair e fomos campeões. Vocês estão errando bastante, estão errando com margem grande. Dessa vez vocês foram mais contidos. Vamos jogando, os meninos estão correndo e se dedicando", ressaltou o mandatário no último domingo.

O Corinthians pode voltar à final do Paulistão depois de quatro anos. Em 2013, o time alvinegro eliminou o São Paulo em jogo único no Morumbi. Depois de um empate sem gols, os corintianos garantiram a vaga nos pênaltis.

Neste domingo, a equipe de Carille vai à final mesmo se perder por um gol de diferença. Caso o São Paulo derrote o rival fora de casa por qualquer placar com dois gols de diferença, a decisão será novamente nos pênaltis.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X SÃO PAULO

Data: 23 de abril de 2017 (domingo)
Horário: 16h (Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Paulista (segunda partida da semifinal)
Transmissão na TV: Globo e Premiere FC
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Herman Brumel Vani

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro;  Wesley, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Pratto e Luiz Araújo (Gilberto). Técnico: Rogério Ceni. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos