Corintiano Gabriel fala em agressão de Pottker e espera "decisões cabíveis"

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Gabriel falou sobre lance em que ele e Pottker se enroscaram no gramado

    Gabriel falou sobre lance em que ele e Pottker se enroscaram no gramado

O volante Gabriel, do Corinthians, afirmou em entrevista à TV Globo que sofreu uma agressão do atacante Willian Pottker, da Ponte Preta, no jogo de ida da final do Campeonato Paulista no último domingo (30). O Corinthians venceu a partida por 3 a 0.

"Foi um lance em que eu disputei a bola de cabeça, não vi ele, nem subi tanto, a gente disputou e caiu. No que caímos, a gente meio que enroscou no chão um com o outro, aí acho que ele quis se levantar e acabou me agredindo no momento. Eu até não entendi, porque acho que não era para isso, ele ter uma atitude dessas", disse Gabriel.

"Agora não sei o que vai acontecer, mas estou com a consciência muito tranquila. Apenas disputei a bola e enroscamos no chão, como acontece, e depois veio a agressão. Deixo para serem tomadas as decisões cabíveis para cada um", completou.

O lance aconteceu no primeiro tempo do duelo. Na saída para o intervalo, Pottker deu entrevista ao canal SporTV e negou agressão, dizendo que foi puxado pelo atleta do Corinthians ao tentar se levantar.

Gabriel também disse que não concordou com o cartão amarelo que o deixou suspenso para a finalíssima, que será disputada na Arena Corinthians no próximo domingo (7).

"Estou chateado pelo cartão, acredito que nem relei no Clayson. Eu pisei na grama e ele veio com a perna na minha, e acabei tomando o cartão. Fiquei muito chateado na hora por desfalcar o Corinthians no próximo jogo, mas o grupo é forte e quem entrar vai dar conta do recado. Vida que segue, não vou estar dentro de campo mas de fora vou incentivar da melhor forma", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos