Conspiração falsa circula na web e diz que Ponte vendeu título paulista

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/Agif

A corrente mais antiga e famosa envolvendo futebol ataca de novo. Lembra da acusação de que o Brasil teria vendido a Copa de 1998? A versão atual envolve, agora, Corinthians e Ponte Preta, finalistas do Campeonato Paulista.

Na versão "2017" da corrente, que obviamente não é verdadeira, a Ponte Preta teria sido obrigada pela CBF ao perder o título do Campeonato Paulista. O documento da vez vem sem assinatura, dando adeus ao tradicional "Gunther Schweitzer", às vezes apresentado como "alto funcionário da Globo" e "diretor dos canais ESPN".

No texto do Campeonato Paulista, a "denúncia" diz que Ponte Preta teria seu caminho facilitado no Campeonato Brasileiro. E que o único jogador a se negar participar do esquema seria William Pottker, mais tarde convencido pelo técnico.

Confira a "versão Campeonato Paulista" da corrente, que circula na internet:

Talvez, isso explique a razão do jogador Pottker ter declarado a seguinte frase: "Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Final do Paulistão de 2017, ficariam enojadas".

Todos os jogadores ficaram chocados e tristes por terem que entregar o jogo contra o Corinthians! O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas, Lance, e o Gazzeta dello Sport, e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado: A Ponte VENDEU a Final do Paulistão para a CBF. Os jogadores titulares foram avisados, às 13:00 do dia 30 de abril (dia do jogo contra o Corinthians), em uma reunião envolvendo o Presidente da CBF, o Técnico da Ponte, e toda diretoria do clube! Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos da concentração! A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o Paulistão por dinheiro!

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, R$ 700.000,00 para cada jogador, mais um bônus de R$ 400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão técnica, num total de R$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de reais) através da CBF.

Mesmo assim, Pottker se recusou a jogar, mas foi obrigado pelo seu técnico!

Após o representante da Adidas ameaçar retirar o patrocínio da camisa, avaliado em mais de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões de reais).

Assim, combinou-se que a Ponte seria derrotada durante já no primeiro jogo da final, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que o Corinthians, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse 3 gols em 3 falhas simples do time de Campinas!

O presidente da CBF aplaudiu a colaboração da equipe de Campinas!

Garantiu que a Ponte teria seu caminho facilitado no Brasileirão 2017!

Vamos repassar essa mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos