Cássio sentiu nervosismo antes de levantar a taça e até esqueceu de Ronaldo

Do UOL, em São Paulo (SP)

Maior vencedor do Corinthians neste atual elenco comandado por Fábio Carille, Cássio acabou premiado na decisão contra a Ponte Preta. Foi do goleiro a responsabilidade de levantar o 28º troféu de campeão paulista da história do clube. Mesmo experiente, o camisa 12 não escondeu a ansiedade depois do empate por 1 a 1 com o time de Campinas, que garantiu a taça.

"Primeira vez que um goleiro do Corinthians levanta a taça. Estou muito feliz em ganhar, principalmente dentro da Arena, mas o mais importante foi o título", brincou o goleiro à 'TV Globo'.

"Estou um pouco nervoso, mas estou mais feliz. O respeito das duas equipes foi legal, e nosso time foi merecedor desse título", acrescentou.

O nervosismo fez Cássio se esquecer de outro grande goleiro da história do clube. Ronaldo, ícone corintiano na década de 1990, levantou o troféu do Paulista de 1997, 20 anos atrás.

Como capitão e referência do elenco, Cássio tratou de enumerar os méritos do Corinthians no Campeonato Paulista. O camisa 12, capitão neste domingo, elogiou o trabalho de Fábio Carille, campeão na primeira competição como treinador efetivado no Parque São Jorge.

"Balbuena e Pablo têm entrosamento bom. O fato de o time estar organizado; o Romero voltando para ajudar; o Jô também voltando para ajudar. Tudo isso que está acontecendo é pela organização, pelo Fábio [Carille] trabalhar muito isso. Estamos colhendo os frutos", afirmou ao 'Sportv'.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos