No 100º jogo da Arena, Corinthians tenta colocar fim a decepções no estádio

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Bruno Cantini/Atlético

    Arena Corinthians receberá o 100º jogo neste domingo, na final do Paulistão

    Arena Corinthians receberá o 100º jogo neste domingo, na final do Paulistão

O Corinthians está bem perto de conquistar seu 28º título paulista e, de quebra, acabar com uma série de decepções na arena de Itaquera. Neste domingo (07), o time de Fábio Carille será campeão pela primeira vez no estádio mesmo com derrota para a Ponte Preta por dois gols de diferença.

A decisão do Campeonato Paulista ainda marcará o 100º jogo na Arena Corinthians. Inaugurado há três anos, o estádio ganhou fama por ser palco de algumas eliminações da equipe alvinegra - no total, são sete classificações e seis quedas em mata-mata (o último diante do Internacional, na Copa do Brasil, no último dia 19).

A Arena, entretanto, também traz boas lembranças aos torcedores corintianos. O estádio, por exemplo, foi palco da entrega da taça do Campeonato Brasileiro 2015 - o Corinthians garantiu o título no jogo anterior, contra o Vasco, em São Januário. 

O aproveitamento corintiano no estádio é de 77%: em 99 jogos, a equipe conquistou 69 vitórias, com 23 empates e apenas sete derrotas. O Corinthians marcou 184 gols e sofreu 59.

Confira cinco jogos marcantes para o Corinthians na Arena:

Corinthians 2 x 1 Inter (Brasileirão 2014)

Reinaldo Canato/UOL

Depois de duas tentativas frustradas (derrota para o Figueirense e empate com o Botafogo), o Corinthians conseguiu vencer o primeiro jogo em Itaquera. O adversário foi o Inter, que foi presa fácil no começo do jogo. O time de Mano Menezes abriu 2 a 0 com Guerrero e Fagner logo nos primeiros minutos. Na etapa final, os gaúchos chegaram a diminuir, mas não tiveram forças para virar.

Corinthians 4 x 0 Once Caldas (Libertadores 2015)

AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA

Já com Tite no comando, o Corinthians mostrou-se avassalador novamente no início do duelo, o primeiro da Arena Corinthians em uma Libertadores. Emerson Sheik fez 1 a 0 antes dos primeiros minutos. No segundo tempo, Felipe, Elias e Fagner construíram uma ampla vantagem para a partida da volta, na Colômbia - um empate por 1 a 1 levou a equipe à fase de grupos. 

Corinthians 6 x 1 São Paulo (Brasileirão 2015)

Jogo de festa completa para o Corinthians. Dias depois de garantir o título brasileiro contra o Vasco, o time paulista recebeu o São Paulo na partida marcada pela entrega da taça no gramado da Arena Corinthians. Antes, a equipe de Tite deu show, abrindo 3 a 0 no primeiro tempo. Nos últimos 45 minutos, o Corinthians marcou mais três gols e ainda viu Cássio defender um pênalti de Alan Kardec. 

Corinthians 3 x 1 Botafogo (Brasileirão 2016)

Partida marcada pela despedida do técnico Tite minutos antes de a bola rolar na Arena Corinthians. O técnico, que recebeu diversas homenagens, já não dirigia a equipe. No banco de reservas estava Fábio Carille. De lá, o atual treinado corintiano viu Bruno Henrique marcar duas vezes e Marquinhos balançar a rede diante do Botafogo - nas tribunas, Tite assistiu à vitória corintiana. 

Corinthians 1 x 0 Palmeiras (Paulistão 2017)

O Corinthians não era favorito no clássico centenário contra o Palmeiras. Com mais investimento, o rival, atual campeão brasileiro, era apontado como provável vencedor do duelo. O time alvinegro começou melhor, mas viu a arbitragem cometer um erro crasso ao expulsar Gabriel após confundi-lo com o volante Maycon. No fim da partida, Jô entrou em campo e marcou o gol do triunfo sobre o time alviverde.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x PONTE PRETA

Data: 7 de maio de 2017 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Paulista (segunda partida da final)
Transmissão na TV: Globo e Premiere FC
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Tatiane Sacilotti dos Santos e Miguel Cataneo da Costa (ambos SP)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Paulo Roberto; Jadson, Maycon, Camacho e Romero; Jô. Treinador: Fábio Carille.

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Yago e Reynaldo; Fernando Bob, Jádson e Elton; Lucca, Pottker e Clayson. Treinador: Gílson Kleina. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos