Paulistão começa com Corinthians tentando encerrar tabu de 30 anos

Do UOL, em São Paulo

  • Wilson Melo/Folhapress

"Ano sim, ano não, o Timão é campeão". A expressão ficou famosa nos anos 1990 e início dos 2000. No período, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista cinco vezes em nove anos. E com uma coincidência: todos em ano ímpar (1995, 1997, 1999, 2001 e 2003). Nesta quarta-feira (17), o time alvinegro inicia a campanha no torneio em busca de um título em ano par, algo que não acontece há 30 anos.

Com um time que contava com Ronaldo, Biro-Biro e um jovem Viola, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista de 1988. Na ocasião, o time alvinegro superou na final o estrelado Guarani, que tinha em seu elenco nomes como Ricardo Rocha, Neto e Evair.

O primeiro jogo da final, em 24 de julho de 1988, terminou em empate por 1 a 1. Neto, de bicicleta, abriu o placar para o Guarani. Mais tarde, Edson igualou para o Corinthians. Com o resultado, um empate no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, levaria a disputa para a prorrogação.

Sérgio Tomisaki/Folhapress

E foi o que aconteceu: após empate sem gols, o Corinthians foi campeão graças à estrela de Viola. À época com 19 anos, o atacante aproveitou chute cruzado de Wilson Mano e desviou para o fundo das redes de Sérgio Nery.

Desde então, o Corinthians chegou em uma final paulista em ano par apenas em 1998. Na ocasião, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo perdeu o título para o São Paulo ao vencer o primeiro jogo por 2 a 1 e ser derrotado por 3 a 1 na partida de volta.

O Corinthians inicia a busca por uma nova chance em ano par nesta quarta-feira (17). De volta ao estádio do Pacaembu, a equipe alvinegra enfrentará a Ponte Preta, às 21h45 (de Brasília), pela primeira rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos