Paulistão começa com Corinthians tentando encerrar tabu de 30 anos

Do UOL, em São Paulo

  • Wilson Melo/Folhapress

"Ano sim, ano não, o Timão é campeão". A expressão ficou famosa nos anos 1990 e início dos 2000. No período, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista cinco vezes em nove anos. E com uma coincidência: todos em ano ímpar (1995, 1997, 1999, 2001 e 2003). Nesta quarta-feira (17), o time alvinegro inicia a campanha no torneio em busca de um título em ano par, algo que não acontece há 30 anos.

Com um time que contava com Ronaldo, Biro-Biro e um jovem Viola, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista de 1988. Na ocasião, o time alvinegro superou na final o estrelado Guarani, que tinha em seu elenco nomes como Ricardo Rocha, Neto e Evair.

O primeiro jogo da final, em 24 de julho de 1988, terminou em empate por 1 a 1. Neto, de bicicleta, abriu o placar para o Guarani. Mais tarde, Edson igualou para o Corinthians. Com o resultado, um empate no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, levaria a disputa para a prorrogação.

Sérgio Tomisaki/Folhapress

E foi o que aconteceu: após empate sem gols, o Corinthians foi campeão graças à estrela de Viola. À época com 19 anos, o atacante aproveitou chute cruzado de Wilson Mano e desviou para o fundo das redes de Sérgio Nery.

Desde então, o Corinthians chegou em uma final paulista em ano par apenas em 1998. Na ocasião, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo perdeu o título para o São Paulo ao vencer o primeiro jogo por 2 a 1 e ser derrotado por 3 a 1 na partida de volta.

O Corinthians inicia a busca por uma nova chance em ano par nesta quarta-feira (17). De volta ao estádio do Pacaembu, a equipe alvinegra enfrentará a Ponte Preta, às 21h45 (de Brasília), pela primeira rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos