Lucas Lima faz golaço, e Palmeiras bate Santo André em estreia no Paulistão

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

O casamento entre Palmeiras e Lucas Lima teve seu primeiro capítulo em campo nesta quinta-feira (18), e o resultado foi bastante positivo. Com um golaço do camisa 20, o time alviverde venceu de forma protocolar o Santo André, por 3 a 1, no Allianz Parque, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Willian e Keno fizeram os outros dois, enquanto João Lucas descontou.

Atuando ao lado de Tchê Tchê e Felipe Melo no meio-campo, Lucas Lima teve boa atuação, mostrando qualidade e vontade em medidas iguais. Foi bastante aplaudido pela torcida e festejado pelos companheiros ao fazer o gol.

Ale Cabral/AGIF

Em seu primeiro jogo sob o comando de Roger Machado, o Palmeiras dominou a partida e poderia ter feito mais. Houve apenas um momento de nervosismo no começo do segundo tempo, quando o Santo André diminuiu para 2 a 1, mas a qualidade superior do time da casa se fez valer. A equipe alviverde volta a campo no domingo (21), contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

O melhor: Felipe Melo

O volante esteve em dia bastante inspirado tecnicamente e distribuiu lançamentos e passes de trivela como se fosse fácil. O primeiro gol nasceu de uma linda inversão de jogo de Felipe Melo para Borja, que bagunçou o organizado sistema de marcação do Santo André. Para completar, o camisa 30 protegeu bem a zaga, ganhou quase todos os duelos individuais na defesa e mostrou a personalidade de sempre, comandando os companheiros e discutindo com os adversários.

O pior: Dudu

Marcello Zambrana/AGIF

O capitão palmeirense passou longe de reeditar as atuações decisivas que já teve com a camisa do Palmeiras. Disperso, errou muitos passes e chegou a irritar Roger com uma inversão de jogo que saiu direto pela lateral. Também não conseguiu nenhuma vitória pessoal no drible e foi substituído por Keno no segundo tempo. O único lance de destaque foi uma tentativa de calcanhar que acertou a trave no primeiro tempo; no rebote, Willian abriu o placar.

Lucas Lima mostra raça, faz golaço e é aplaudido

Ale Cabral/AGIF

Antigo desafeto da torcida palmeirense, Lucas Lima mostrou que o mundo dá mesmo voltas – como o próprio locutor do Allianz Parque fez questão de ressaltar ao anunciar o nome do camisa 20 antes do jogo. Participando muito, buscando espaços vazios para fazer o time jogar e mostrando raça, o meia sofreu um pouco com a falta de entrosamento e não conseguiu muitos passes incisivos.

Mas compensou com um golaço, pegando de primeira uma bola que sobrou para ele após tentativa de Borja e estufando a rede. Na comemoração, foi muito aplaudido por torcedores e companheiros.

Borja participa do jogo como Roger quer

O técnico Roger Machado havia afirmado durante a semana que queria um Borja mais participativo, sem ficar esperando a bola parado na frente. E o colombiano correspondeu muito bem: movimentou-se, ajudou na defesa e deu seguimento às jogadas fora da área, fazendo o simples.

Com o Santo André congestionando o centro, o camisa 9 procurou o lado do campo e recebeu linda inversão de Felipe Melo; Borja dominou bem e encontrou Dudu na área, que tentou de calcanhar e acertou a trave. No rebote, Willian abriu o placar.

Apostas de Roger na zaga têm altos e baixos

Roger surpreendeu ao apostar em Antônio Carlos e Thiago Martins, dois jogadores que estiveram perto de deixar o Palmeiras, como sua zaga titular no início de 2018. E a dupla teve altos e baixos ao longo do jogo, misturando bom posicionamento com lances de insegurança. Antônio Carlos, por exemplo, foi bem pelo alto e mostrou qualidade com a bola no pé (deu até uma caneta ao sair jogando), mas foi entortado pela ponta no lance do gol do Santo André.

Jogo tem clima quente

A temperatura subiu duas vezes no primeiro tempo. Primeiro, Felipe Melo deu uma chegada mais forte na entrada da área e houve princípio de confusão – sobrou para o zagueiro Domingos, ex-Santos, separar os jogadores. Pouco depois, Lincom fez falta por trás em Lucas Lima e os dois trocaram xingamentos. No segundo tempo, Borja sofreu falta e se estranhou com Suéliton.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 1 SANTO ANDRÉ

Data e hora: 18 de janeiro de 2018, às 19h30 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo
Árbitro: Salim Fende Chavez
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Alberto Poletto Masseira
Público: 31.678
Renda: R$ 1.917.947,46
Cartão amarelo: Walterson (Santo André)
Gols: Willian, aos 27 minutos, Lucas Lima, aos 36 do primeiro tempo, e Keno, aos 38 do segundo (Palmeiras); João Lucas, aos 13 do segundo tempo (Santo André)

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Thiago Martins, Antônio Carlos (Juninho) e Victor Luis; Felipe Melo, Tchê Tchê (Bruno Henrique), Lucas Lima e Dudu (Keno); Willian e Borja
Técnico: Roger Machado

SANTO ANDRÉ: Neneca; Jonathan Bocão (Foguete), Sueliton, Domingos e Paulinho; Adriano (Walterson), Dudu Vieira, Flávio e Aloisio (João Lucas); Joãozinho e Lincom
Técnico: Sérgio Soares

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos