Romero quebra silêncio após 8 meses e planeja nova comemoração com selfie

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

"Vou falar no momento indicado, hoje não vou falar disso."

Foi com essa frase que o atacante Romero pôs fim ao silêncio iniciado no fim de maio passado. Com tom descontraído, o jogador do Corinthians evitou falar sobre os motivos que o fizeram evitar entrevistas e fez planos para uma nova comemoração com selfie em campo.

"Vamos ver, tem de ser um jogo especial, como foi contra o Palmeiras", disse o camisa 11, que analisou o jogo contra a Ponte Preta, marcado pelo derrota corintiana por 1 a 0 em pleno Pacaembu na estreia do Campeonato Paulista.

"Foi um jogo difícil e complicado. A gente sabia que ia ser assim porque não estamos 100% ainda, estamos fazendo de tudo para jogar bem. Parabéns à Ponte, que jogou bem e mereceu a vitória. Com dez homens, fechou a casinha", afirmou Romero.

O atacante paraguaio também analisou a sua condição de titular do time treinador por Fábio Carille e ressaltou que há disputa pela posição mesmo com a titularidade garantida por toda temporada 2017.

"Eu tento fazer meu trabalho, meu melhor em cada jogo e cada treino. Quem decide é o Carille. Ano passado fui titular e agradeço a confiança. Esse ano é diferente, todo mundo quer jogar e quem estiver melhor vai jogar", frisou Romero, que descartou atuar com um centroavante na vaga de Jô.

"O Carille está me vendo mais como jogador de ponta. Joguei em 2016 com o Tite, mas o Carille me vê mais como ponta, vou disputar a posição com Clayson, Marquinhos e Lucca, quem joga nas beiradas também", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos