Goleiro do Novorizontino se joga em são-paulino e simula agressão

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Caique fez sua estreia como profissional do São Paulo no último sábado

    Caique fez sua estreia como profissional do São Paulo no último sábado

O empate em 0 a 0 entre São Paulo e Novorizontino no último sábado apresentou uma cena bizarra. O goleiro dos visitantes, Oliveira, se atirou sobre o garoto Caique dentro da área, ficou parado por alguns instantes em cima do adversário e depois rolou para o lado levando as mãos ao rosto, acusando uma agressão inexistente.

A simulação aconteceu logo após o próprio Caíque sofrer pênalti de Tony, ignorado pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira. O arqueiro do Novorizontino esperou que a área se esvaziasse para saltar sobre o são-paulino. A arbitragem também não viu a atitude do goleiro, que já havia recebido cartão amarelo por demorar para cobrar faltas e tiros de meta.

Em uma dessas tentativas de fazer cera, Oliveira viu o volante Petros disparar em sua direção para repreendê-lo. O árbitro precisou intervir, enquanto outros jogadores do Novorizontino se revoltavam com o capitão do Tricolor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos