Topo

Esporte


Vaiados, santistas culpam retranca do Bragantino e má pontaria por derrota

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

22/01/2018 22h27

Após a primeira derrota do Santos no Campeonato Paulista, diante do Bragantino por 1 a 0, em plena Vila Belmiro, pela segunda rodada da competição, os jogadores santistas deixaram o campo vaiados pela torcida.  A equipe santista tentou “culpar” uma possível retranca do adversário e a falta de pontaria de seus atacantes para explicar a derrota. O atacante Rodrigão, que havia feito golaço na estreia, foi o vilão do jogo ao perder um pênalti no último minuto.

“Faltou o gol, até criamos, tivemos oportunidades. Perdemos o pênalti, faz parte do futebol, vamos trabalhar o jogo veremos o que erramos hoje”, afirmou David Braz.

“Eles souberam aproveitar as chances. Jogaram com os dez atrás, no contra-ataque. Agora é trabalhar, quinta-feira tem jogo importante contra a Ponte Preta. Tiveram uma oportunidade para fazer e fizeram. É começo, mas não é desculpa”, disse Renato.

O experiente volante santista amenizou as vaias da torcida após o apito final. “O torcedor vem para que a gente ganhe. Quando perde, vaias acontecem. Trabalhar para conseguir as vitórias e trazer para o nosso lado”, justificou.

Mesmo com a derrota, o Santos se mantém na liderança do Grupo D, com três pontos ganhos, um a mais que o Red Bull, o segundo colocado.

Após perder para o Bragantino, o Santos volta a campo na próxima quinta-feira, quando encara a Ponte Preta, às 19h30 (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela terceira rodada da competição.

Mais Esporte