Corinthians vira sobre a Ferroviária e vence a 2ª seguida antes de clássico

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Não foi tão fácil como parecia, mas o Corinthians chegou à segunda vitória seguida no Campeonato Paulista na noite desta quarta-feira (24) ao bater a Ferroviária por 2 a 1, de virada, no Pacaembu. O gol do triunfo foi marcado por Clayson aos 37 minutos do segundo tempo.

O time do técnico Fábio Carille acabou surpreendido pela Ferroviária no primeiro tempo do confronto válido pela terceira rodada do estadual. Léo Castro abriu o placar de cabeça e fez o time de Araraquara se trancar ainda mais na defesa. Balbuena empatou o duelo nos primeiros minutos da etapa final e, assim, deu início à reação corintiana, concluída por Clayson - foi um dos três titulares acionados por Carille na última parte do jogo. 

Com a segunda vitória, o Corinthians se torna líder do Grupo 1 com 6 pontos, à frente do Bragantino no saldo de gols. Já a Ferroviária, com 2 pontos apesar da boa atuação no Pacaembu, é lanterna do Grupo C. Na próxima rodada, o time de Carille enfrenta o São Paulo no Pacaembu, como mandante. O clássico será no sábado, às 17h (de Brasília). Já a Ferroviária recebe o Botafogo em Araraquara na segunda-feira, às 20h. 

O melhor: Fagner

Jogador mais acionado contra a Ferroviária, que se fechou para preservar a vitória depois de abrir o placar, o lateral infiltrou e foi à linha de fundo como de costume para dar cruzamentos perigosos. O melhor deles foi à feição de Balbuena, que deu início à virada com uma bela cabeçada. 

O pior: Lucca

Titular depois de ter sido poupado no último treino antes do jogo, quando Carille optou por Pedrinho, o atacante teve mais uma atuação decepcionante com a camisa do Corinthians. Aberto à esquerda, Lucca foi acionado muitas vezes, mas não conseguiu ser efetivo em quase nenhum lance. De quebra, ainda não acompanhou o lateral da Ferroviária no início da jogada do gol sofrido pelo time alvinegro. Ele saiu aos 24min do segundo tempo para a entrada de Clayson.

Aos 37min, a virada

Marcello Zambrana/AGIF

Depois de pressionar bastante, sobretudo com mais volume de jogo e oportunidades no segundo tempo, o Corinthians conseguiu a virada quando teve espaços. Em uma bola recuperada no meio-campo, Maycon rapidamente abriu para Clayson, que mostrou as razões para iniciar 2018 como titular de Carille. Ele avançou pela ponta esquerda, puxou para o centro e bateu no canto, sem chances para o goleiro adversário. Explosão no Pacaembu.  

Time dos empates, Ferroviária dá trabalho ao Corinthians

Depois de empatar nas duas primeiras rodadas contra Red Bull e Ituano, a Ferroviária quase alcançou mais um ponto na terceira rodada do Paulista. Com defesa bem organizada e prioridade em fechar espaços para o Corinthians, o treinador PC Oliveira dificultou as coisas para Fábio Carille, que além disso escalou meio-campo e ataque recheado de reservas. 

Em jogada do ponteiro Hygor, a Ferroviária tornou a situação corintiana ainda mais complicada aos 18min do primeiro tempo. Ele cruzou na cabeça de Léo Castro, que se aproveitou de vacilo de Pedro Henrique no posicionamento para anotar, de cabeça, diante de Cássio. Já na fase final do jogo, Hygor mostrou que a equipe de Araraquara estava viva e chegou a marcar - porém, estava impedido. 

Balbuena resolve no ataque

Daniel Vorley/AGIF

Autor de seis gols na temporada passada e herói em algumas partidas cruciais, o zagueiro paraguaio mantém o poder de decisão aceso. Com o Corinthians atrás no placar diante do time de Araraquara, Balbuena foi o atleta corintiano que mais levou perigo à meta adversária. No primeiro tempo, mandou uma bola na trave ao concluir de cabeça um cruzamento. Na etapa final, empatou o jogo novamente pelo alto depois de uma assistência de Fagner.

Estreia tímida de Mateus Vital

Marcello Zambrana/AGIF

Titular pela primeira vez no Corinthians, o jovem de 19 anos atuou ao lado de Maycon na linha de quatro do meio-campo corintiano. O recém-contratado, porém, mostrou nervosismo na estreia. Tímido, o meia não conseguiu abrir espaços diante da forte marcação da Ferroviária e ainda errou muitos passes curtos.

Time alternativo e de olho no clássico

Mesmo em janeiro, o Corinthians já enfrenta uma maratona de jogos. Em duas semanas, o time de Carille entrou em campo cinco vezes, incluindo as duas partidas da Florida Cup. O calendário apertado e o clássico com o São Paulo no sábado que vem fizeram o treinador corintiano promover cinco mudanças na equipe. Os titulares Jadson, Clayson, Romero, Kazim e Rodriguinho foram poupados. O camisa 10 entrou em campo no segundo tempo.

Mudança ofensiva e titulares no fim

Daniel Vorley/AGIF

Ao lançar Jadson na partida aos 19 minutos da etapa final no lugar de Gabriel, Carille colocou o time para frente. Com a mudança, ele manteve o 4-1-4-1 e recuou Maycon para a cabeça de área. Na linha de quatro ofensiva, Marquinhos Gabriel foi mantido na direita, com Lucca à esquerda e a dupla Jadson e Mateus Vital por dentro. Mais dois titulares foram acionados depois: Clayson, que faria o gol da vitória, e ainda o paraguaio Romero. 

Improvisado, Júnior Dutra mostra disposição

Escalado como referência do time, o substituto de Kazim mostrou muita disposição em campo, mas não conseguiu ir às redes mais uma vez - na estreia pelo clube, no último domingo, o atacante marcou. Nesta quarta-feira, Júnior Dutra participou pouco do jogo entre os zagueiros e também na bola aérea lançada pela defesa. Na etapa final, quase fez um gol numa finalização da entrada da área. O chute, entretanto, parou no goleiro.

Ficha Técnica

CORINTHIANS 2 x 1 FERROVIÁRIA

Data: 24 de janeiro de 2018, quarta-feira
Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), São Paulo-SP
Hora: 19h30 de Brasília)
Árbitro: Adriano de Assis Miranda 
Assistentes: Hermam Brumel Vani e Mauro André de Freitas
Público: 19.219 pagantes (total: 21.334)
Renda: R$ 665.829,50
Gols: Léo Castro, aos 18min do primeiro tempo; Balbuena, aos 3min, e Clayson, aos 37min do segundo tempo. 

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel (Jadson); Marquinhos Gabriel (Romero), Mateus Vital, Maycon e Lucca (Clayson); Júnior Dutra. Treinador: Fábio Carille. 

Ferroviária: Tadeu; Alisson, Elton (Patrick), Luan e Daniel Vançan; Bruno Silva, Ikaro e Velicka (Moacir); Welinton Júnior (Damasceno), Léo Castro e Hygor.  Treinador: PC Oliveira. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos