Carille e novo diretor negam urgência por novo centroavante no Corinthians

Do UOL, em São Paulo

O técnico Fábio Carille disse após a vitória por 1 a 0 sobre o Novorizontino neste domingo (04) que ainda não falou sobre reforços com Andrés Sanchez, eleito presidente do Corinthians no sábado, e demais membros da nova diretoria.

"Ainda nada. O Duílio (Monteiro Alves, novo diretor de futebol) só chegou depois do almoço ao hotel. Amanhã é folga para quem viajou então acho que só terça. Andrés eu mandei mensagem parabenizando e nada mais até o momento", comentou o treinador.

Desde a venda de Jô para o futebol japonês após o título brasileiro de 2017, a chegada de um novo centroavante tem sido encarada como prioridade no clube. Mas Carille não quer pressionar a nova diretoria na busca pelo reforço para o setor.

"Primeiro eu tenho que ouvir. Se ele falar que nesse momento não (terá reforços), vai esperar mais um pouco, vou ficar tranquilo", afirmou.

Também questionado após a partida sobre a busca pelo novo camisa 9, o próprio Duílio deu a entender que Carille de fato talvez tenha que esperar mais um pouco.

"Não há negociação em andamento. Se fala de centroavante, mas não há urgência, não vamos fazer loucuras", afirmou. "Temos o Kazim, o Sheik, o Dutra, um grande elenco. Vamos dar um passo de cada vez".

Kazim começou o ano como titular, mas não se firmou. Neste domingo, Júnior Dutra assumiu a vaga de titular. O jogador, contratado do Avaí no final do ano passado, também não balançou as redes, mas agradou ao treinador.

"O Dutra fez o que a gente queria, principalmente no primeiro tempo. No segundo não ficamos com a bola, não gostei do time. Mas é um jogador que precisa ter sequência para crescer", disse Carille. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos