Gabigol marca mais uma vez, e Santos bate o Santo André na Vila Belmiro

Do UOL, em São Paulo

Gabigol deixou novamente a sua marca e ajudou o Santos a vencer a terceira partida seguida no Campeonato Paulista. Após marcar o quarto gol em quatro jogos e abrir o placar na Vila Belmiro, o time do técnico Jair Ventura derrotou o Santo André por 2 a 0. Eduardo Sasha fez o outro gol santista no jogo.

O primeiro gol do Santos só saiu aos 30 minutos do segundo tempo, depois de uma pressão e defesas importantes do goleiro Neneca. Gabigol, com a barriga, fez 1 a 0 depois de pegar o rebote de um chute de Sasha, que deu números finais à partida aos 42.

Com a vitória, o Santos soma 17 pontos na liderança do Grupo D. O Botafogo, com um jogo a menos, tem 11. O Santo André, por sua vez, manteve-se com oito pontos, na lanterna da Chave B.

O Santos volta a campo pelo estadual no próximo domingo para enfrentar o Corinthians no Pacaembu, como mandante. Antes, o time alvinegro estreia na Libertadores diante do Real Garcilaso, no Peru, na quarta. Já o Santo André recebe o Botafogo no sábado que vem pelo Paulistão. 

O melhor: Gabigol

RICARDO MOREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O jovem atacante decidiu mais um jogo para o Santos. Depois de balançar as redes contra Ferroviária, São Caetano e São Paulo, Gabigol fez o gol da vitória sobre o Santo André, mostrando muito oportunismo na área já na reta final do jogo.

O pior: Vecchio

O meia argentino pouco apareceu na partida e, com isso, prejudicou a atuação ofensiva do Santos, uma vez que a bola não chegava aos atacantes em condições de finalizar. No segundo tempo, Vecchio errou feio um chute da entrada da área.

Jogo travado

Atuando fora de casa, o Santo André entrou no gramado da Vila Belmiro com a clara intenção de neutralizar as principais jogadas do Santos e sair com rapidez para o campo de ataque. Por isso, o Santos teve dificuldades em criar oportunidades de finalizar para o gol. Aos 16 minutos da primeira etapa, Sasha conseguiu concluir, mas viu o goleiro Neneca espalmar - o lance, porém, já estava parado depois de uma falta de Lucas Veríssimo na área.

Vanderlei salva o Santos

A primeira grande chance do jogo foi do Santo André. Numa escapada ela direita, Guilherme Garré recebeu libre, invadiu a área e chutou para o gol. A bola desviou e quase enganou o goleiro Vanderlei, que conseguiu fazer a defesa com muita dificuldade.

Gabigol quase se envolve em briga

Sumido na partida, o atacante santista se envolveu em algumas situações polêmicas. Primeiro, Gabigol sofreu falta dura de Domingos perto da linha de fundo - o zagueiro levou cartão amarelo no lance. Depois, já na reta final do primeiro tempo, o santista empurrou Suéliton fora do campo, mas não foi advertido pelo árbitro. 

Santos esboça pressão


Depois de uma primeira etapa morna, o Santos voltou para o segundo tempo com uma postura mais ofensiva. Em sete minutos, a equipe de Jair Ventura conseguiu dar dois chutes ao gol, sempre em finalizações de longe. Gabigol parou no goleiro Neneca, enquanto a conclusão de David Braz desviou na defesa antes de sair pela linha de fundo. 

Neneca brilha

Mesmo claramente fora da condição física ideal, o goleiro do Santo André fez a diferença no jogo. Em poucos minutos, o experiente arqueiro conseguiu fazer duas defesas difíceis em finalizações de Gabigol, aos 13, e Sasha, aos 19 minutos da etapa final.

Gabigol decide. Com a barriga

De tanto martelar, o Santos enfim conseguiu balançar a rede. Numa jogada rápida, Sasha invadiu a área pela direita e bateu cruzado. Neneca fez a defesa parcial, mas viu Gabigol empurrar a bola com a barriga para o gol. O atacante marcou, assim, o quarto gol em quatro jogos disputados após seu retorno ao clube.

Sasha faz 2 a 0

Depois de participar ativamente do primeiro gol, Sasha também deixou o dele. Depois de roubar uma bola de Domingos, o atacante saiu na cara de Neneca e bateu no canto para fazer 2 a 0.

Domingos volta à Vila

@SantosFC/Twitter

Nove anos depois de deixar o Santos, o zagueiro voltou a atuar na Vila Belmiro. Revelado nas categorias de base do clube alvinegro, Domingos é morador da cidade e viaja todos os dias a Santo André para treinar. 

Gabigol não enfrenta o Corinthians

O atacante santista entrou em campo pendurado. No primeiro tempo, ele se safou do cartão, mas na etapa final não teve jeito. Depois de concluir uma jogada com o lance parado, Gabigol foi advertido e, por isso, está suspenso para o clássico com o Corinthians. Depois de deixar o campo substituído, o atleta se mostrou muito irritado com a arbitragem. No fim, ele voltou a campo para falar com o árbitro.

Renato poupado

O técnico Jair Ventura decidiu poupar o veterano volante em uma semana cheia para o Santos. Sem Renato, o treinador santista escalou Léo Cittadini, que levou cartão amarelo ainda nos primeiros 45 minutos do jogo.

Maratona santista

O Santos estreará pela Libertadores na cidade de Cusco, no Peru. Lá, terá de enfrentar o Real Garcilaso numa altitude superior a três mil metros de altura. O time terá pouco mais de 80 horas para se recuperar antes de medir forças com o Corinthians.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 0 SANTO ANDRÉ

Data: 25 de fevereiro de 2018, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Cartões amarelos: Léo Cittadini, Gabriel e Alison (Santos); Domingos e Flávio (Santo André)

Gols: Gabigol, aos 29, e Sasha, aos 42 minutos do segundo tempo.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo, Jean Mota; Alison, Léo Cittadini (Matheus Jesus) e Vecchio (Vitor Bueno); Arthur Gomes, Gabigol (Rodrygo) e Sasha. Técnico: Jair Ventura.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Dudu Vieira, Domingos, Suéliton e Heliton; Flávio, Tinga (Joãozinho) e Guilherme Garré (Paulinho); Hugo Cabral, Lincom e Walterson (João Lucas). Técnico: Sérgio Soares

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos