Com Pacaembu lotado, Santos espera convencer torcida de vez sobre nova casa

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Rubens Cavallari/Folha Imagem/Folhapress

    Até sexta-feira, 34 mil dos 39 mil ingressos já tinham sido comprados pela torcida santista

    Até sexta-feira, 34 mil dos 39 mil ingressos já tinham sido comprados pela torcida santista

O Santos colocará o estádio do Pacaembu à prova contra o Corinthians neste domingo (4), às 17h (de Brasília), pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Como mandante na capital paulista, o clube espera usar o clássico para convencer a torcida de vez e alavancar o projeto de transformar o palco em sua "nova casa".

O desejo passa pela promessa de campanha do presidente José Carlos Peres. Ao UOL Esporte, durante o pleito, o mandatário afirmou que impulsionaria a frequência da equipe com "50% dos jogos na capital".

A torcida parece ter "comprado" a ideia da nova cúpula santista. Com torcida única, até sexta-feira, o Santos vendeu 37 mil dos 39 mil ingressos colocados à venda. O clube terá "casa cheia" para se impor diante do rival e se recuperar da derrota por 2 a 0 para o Real Garcilaso, no Peru, pela estreia na Copa Libertadores da América.

Os quase 40 mil torcedores que comparecerão no Pacaembu já dobram o público somado em todos os jogos na Vila Belmiro em 2018. Diante de Bragantino (7.508), São Caetano (4.165) e Santo André (6.687) o Santos levou 18.360.

A principal motivação santista ainda é aperfeiçoar a arrecadação. Contra o São Caetano, por exemplo, na Vila, a renda líquida foi de apenas R$ 5.673,84. Na única partida realizada na capital, o empate por 1 a 1 contra o Ituano, em 28 de janeiro, o público pagante foi de 13.609, com R$ 62.156,85 de arrecadação já descontadas as despesas.

Se não bastasse, em 2017, o clube terminou como a 17ª melhor média de público do país contabilizando as séries A, B e C, com 11.759 por jogo. Se contabilizados somente os oito jogos que realizou no Pacaembu no ano passado, a média seria elevada a 22.682, sem falar da arrecadação alcançada no estádio. Desta forma, o Santos teria o 4º melhor público.

Essa será a segunda aparição santista no Pacaembu em cinco partidas como mandante na temporada. As outras três ocorreram na Vila Belmiro. Curiosamente, o Pacaembu foi, até 2013, casa corintiana. Até a construção da Arena Corinthians, o clube paulista jogava as suas partidas no estádio.

Pacaembu pode ser casa também na Libertadores

O teste contra um rival na capital paulista servirá, também, para a Libertadores. Peres já antecipou que pretende mandar os jogos da primeira fase no Pacaembu.

Jogar menos na Vila Belmiro também tem contrapartidas e atrai críticas de correntes políticas dentro do Santos. O clube tem fiéis defensores de que o estádio é a melhor opção e que, desta forma, também há possibilidades de melhores resultados.

Em 2017, o Santos teve um dos piores desempenhos na Vila acumulando sete derrotas, algumas delas em clássicos. Neste ano, sucumbiu com uma surpreendente derrota por 1 a 0 para o Bragantino justamente na estreia do técnico Jair Ventura.

A outra ala, por sua vez, lembra que o Santos foi eliminado para a Ponte Preta no Pacaembu, nas quartas de final do último Paulista, mesmo com público recorde. Além disso, em muitos casos tem públicos e rendas pouco atrativos.

Para o jogo, a equipe chegou de viagem do Peru na noite de sexta-feira e já permaneceu em São Paulo, onde realizou um treino no Pacaembu no sábado. Até outubro, os santistas defendiam uma invencibilidade de 25 partidas, interrompida com derrota por 2 a 1 no clássico para o São Paulo.

Ficha Técnica
SANTOS x CORINTHIANS

Data e horário: 04/03/2018, às 17h
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Evandro de Melo Lima 

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison; Arthur Gomes, Vecchio, Renato e Copete; Eduardo Sasha.
Treinador: Jair Ventura. 

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon; Gabriel e Renê Júnior; Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson. Treinador: Fábio Carille. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos