"Torçam para não dar certo. Vão despertar um gigante", diz Diego Souza

Do UOL, em São Paulo (SP)

O São Paulo sofreu para vencer de virada e nos acréscimos o Linense, pior time do Campeonato Paulista. Mas o discurso dos jogadores na saída do gramado do estádio Gilbertão foi de muita confiança. Uma prova é o que Diego Souza falou. O camisa 9, que entrou no segundo tempo da vitória por 2 a 1 na décima rodada do Estadual, aposta que o Tricolor pode surpreender os críticos nesta temporada. E foi bastante seguro.

"Muito se fala fora. O resultado não vem e tem muita picuinha, não é assim. A gente está em formação. Queria eu chegar aqui e todo mundo jogando por música, mas a gente ainda está montando uma equipe. As pessoas ficam falando demais, colocando algumas coisas dentro do nosso trabalho. ?Só que aqui tem um monte de homens trabalhadores que, se Deus quiser, vão ganhar força. E torçam para não dar certo, porque se der, vão despertar um gigante", bradou.

Diego foi acionado aos 21 minutos da etapa final e não entrou como centroavante. Até então falso 9 do time, ele entrou na vaga de Christian Cueva e pela primeira vez atuou como armador. Essa era uma mudança ensaiada por Dorival Júnior nos últimos dias, nos treinos no CT da Barra Funda. O jogador de 32 anos se mexeu bem mais do que nas partidas anteriores, mas ainda teve desempenho discreto.

"Tive a felicidade de jogar na minha posição e vou tentar ajudar da melhor maneira possível", disse o meio-campista, que ainda sonha com uma vaga na seleção brasileira para disputar a Copa do Mundo. Curiosamente, com Tite, ele sempre foi chamado para ser opção de referência no ataque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos