Corinthians brigou por cota da base no Paulista, mas Carille fez pouco uso

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agencia Corinthians

    Pedrinho, que não teve nenhum minuto no ano, integra a lista de jovens corintianos

    Pedrinho, que não teve nenhum minuto no ano, integra a lista de jovens corintianos

Desde 2005, com Tite como espécie de porta-voz público por dois anos seguidos, o Corinthians fez reclamações pela restritiva lista de 28 inscritos do Campeonato Paulista. No primeiro ano da mudança, que permitiu incluir atletas das divisões de base em uma relação de 26 nomes, os efeitos são nulos. A partida desta quarta (7) contra o Mirassol, a penúltima rodada da fase de grupos do Paulista, reforça o pouco uso desse expediente por Fábio Carille.

O único a ser efetivamente aproveitado pelo treinador é o já experimentado Maycon, que atuou como volante e lateral esquerdo em sete das dez partidas. Nesta quarta, ele estará de novo em campo, agora no meio. Carille escalou ainda os estreantes Ralf e Sidcley, além de Lucca.  

Com exceção feita a Maycon, o cenário segue de poucas oportunidades para os mais jovens, a exemplo dos anos em que Tite argumentava que a lista de 28 inscritos retirava espaço dos garotos. Dos oito jogadores incluídos pelo Corinthians na relação de jovens, seis sequer pisaram em campo no Paulistão: Filipe [quarto goleiro], Mantuan [lateral direito], Léo Santos [zagueiro], Carlos [lateral esquerdo], Pedrinho [meia] e Carlinhos [atacante]. 

Artilheiro da Copa São Paulo 2017, Carlinhos foi negociado durante o Paulista para o Oeste, mas só poderá atuar na Série B. A seu lado, foi transferido o outro jogador jovem relacionado, o lateral esquerdo Guilherme Romão. Carille apostou no garoto para a estreia oficial do ano, contra a Ponte Preta, mas não gostou da apresentação dele, que foi expulso e transferido em fevereiro. 

Principais apostas entre os jogadores jovens do Corinthians nos últimos tempos, Pedrinho e Léo Santos também não jogaram. No caso do primeiro, a justificativa da comissão técnica está em problemas relacionados à parte física, com a detecção de um baixo nível de ferro no organismo. O meia já foi liberado há alguns jogos, por atingir os níveis necessários com a ajuda de medicamentos, mas ainda não jogou. 

No miolo da defesa, Carille em nenhum jogo abriu mão da formação titular, o que limitou o espaço para Léo Santos. Balbuena atuou em 10 partidas da equipe no Paulistão. Teve, em seis desses compromissos, Pedro Henrique como parceiro. Em outros quatro jogos, quem atuou foi o experiente Henrique, contratado em janeiro. 

No ano passado, com poucos recursos para contratar e sem Copa Libertadores para jogar, Carille chegou a ter mais de 50% do elenco com jogadores das divisões de base. Dois deles [Maycon e Arana] foram titulares, mas o treinador desde o segundo semestre falava da ideia de uma equipe mais experiente em 2018. O que acontece já no Campeonato Paulista. 

Ficha Técnica
CORINTHIANS x MIRASSOL

Data e horário: 07/03/2018, às 21h45
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo 
Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Clayson, Jadson, Rodriguinho e Lucca. Treinador: Fábio Carille. 

Mirassol: Fernando Leal; Danilo Boza, Wellington, Edson Silva e Marlon; Wellington Reis, Paulinho, Rodolfo, Xuxa e Dalberto; Zé Roberto.
Treinador: Moisés Egert. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos