Sheik marca no fim, Corinthians bate o Mirassol e garante vaga no mata-mata

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Um jogo que parecia tranquilo ganhou em dramaticidade. Com um gol de Emerson Sheik aos 42 minutos do segundo tempo, o Corinthians derrotou o Mirassol por 1 a 0 na noite desta quarta-feira e garantiu uma vaga na segunda fase do Campeonato Paulista.

Com mais posse de bola na partida, o Corinthians conseguiu finalizar corretamente poucas vezes e até correu riscos na defesa, quase sempre nas bolas paradas, um problema crônico do time desde a temporada passada.

No fim, na base do abafa, o time conseguiu ir às redes num golaço de Sheik, que ajeitou no peito e venceu o goleiro Fernando Leal com um chute no alto que estufou as redes do Mirassol. 

A equipe alvinegra agora soma 20 pontos no Grupo A e garantiu classificação. Na mesma chave, o Ituano soma 17, enquanto o Bragantino, que enfrenta a Ferroviária fora de casa nesta quinta-feira, tem 15, podendo chegar 18 pontos. Se o time de Bragança Paulista empatar, o Corinthians garante o primeiro lugar da chave.

Na última rodada do estadual, o Corinthians medirá forças com o Botafogo em Ribeirão Preto. O duelo será no domingo, às 17h (de Brasília). O Mirassol, por sua vez, recebe o Linense em casa no mesmo horário.

O melhor: Emerson Sheik

O veterano atacante entrou em campo no começo do segundo tempo na vaga de Jadson. Sempre incisivo, o camisa 47 fez o gol da vitória depois de o Corinthians pressionar muito o Mirassol. No lance, Sheik matou no peito e chutou forte no alto. Foi o primeiro gol dele após seu retorno ao Corinthians.

O pior: Jadson

Mais uma partida ruim do camisa 10 corintiano. Atuando por dentro ao lado de Rodriguinho, Jadson voltou a errar passes no meio-campo e se destacou apenas em uma cobrança de falta venenosa no primeiro tempo. Foi substituído por Emerson Sheik aos 13 minutos da etapa final.

Corinthians toma a iniciativa

Marcello Zambrana/AGIF

No mesmo esquema dos últimos jogos, sem um centroavante de ofício, o Corinthians teve mais posse de bola no começo do jogo. Sempre pelos lados, principalmente pela esquerda, com Clayson e Sidcley, o time alvinegro encontrou dificuldades para finalizar no gol adversário.

Mirassol tem primeira grande chance

Explorando os contra-ataques, a equipe de Mirassol quase conseguiu abrir o placar aos 28 minutos. Douglas Baggio avançou pela direita, invadiu a área e cruzou. A bola passou à frente do gol e quase entrou, mesmo sem nenhum atacante para tocar para dentro da meta.

E a segunda também

Depois de um erro de passe no meio-campo, o Mirassol voltou a assustar o Corinthians. Dessa vez, em um chute forte de fora da área. Douglas Baggio concluiu e viu o goleiro Cássio espalmar a bola para o lado.

Corinthians quase faz

Na reta final do primeiro tempo, a equipe corintiana conseguiu, enfim, finalizar corretamente para o gol. Após um levantamento de Clayson para a área, Lucca pegou a sobra e concluiu de cabeça. O goleiro Fernando Leal defendeu sem dificuldades. Em seguida, o arqueiro salvou o Mirassol em chute de Rodriguinho da entrada da área.

Mirassol volta melhor

Por meio da bola parada, o Mirassol quase fez o primeiro gol do jogo em dois lances seguidos, ainda nos primeiros minutos do segundo tempo. Após um escanteio, Edson Silva se antecipou à zaga e cabeceou. A bola passou rente à trave. Na sequência, após uma falta perto da área, Ralf quase marcou um gol contra. A bola, desviada, saiu por cima do gol.

Corinthians pressiona e marca no fim

Nos últimos 30 minutos, a partida foi toda do Corinthians, que acuou o Mirassol na defesa até alcançar o gol da vitória. Pedrinho e, principalmente Emerson Sheik, saíram bem do banco. O veterano, herói em 2012, mostrou estrela com um chutaço para furar a retranca. 

Ralf, o retorno

Marcello Zambrana/AGIF

Sem atuar desde novembro, o volante de 33 anos fez sua reestreia pelo clube alvinegro depois de atuar dois anos no futebol chinês. Mesmo sem ritmo, Ralf, que entrou em campo pela 353ª vez com a camisa corintiana, teve atuação segura, com direito a chapéu na etapa inicial. 

Estreia de Sidcley

O técnico Fábio Carille poupou o volante Renê Júnior para a partida desta quarta e, dessa forma, abriu espaço para o lateral esquerdo Sidcley atuar pelo Corinthians pela primeira vez - Maycon, que jogou pelo lado nos últimos três jogos, foi escalado no meio-campo. Na estreia, Sidcley mostrou qualidade no campo de ataque e alguma dificuldade na recomposição da defesa.

Quarto pior público da Arena

Apenas 15.144 torcedores pagaram ingresso para assistir à partida válida pela 11ª rodada do Paulistão. Esse é o terceiro pior público em 124 jogos disputados pelo Corinthians na Arena de Itaquera. O número só é superior aos 11.708 do duelo com o Novorizontino no ano passado, aos 12.159 do confronto com o Linense, também em 2017, e aos 14.493 da partida contra o São Bento, na atual temporada.

Homenagem às mulheres

Na véspera do Dia Internacional da Mulher, o Corinthians fez uma homenagem antes e durante a partida. O time feminino corintiano entrou em campo ao lado do masculino e ficou perfilado no momento do hino nacional. No uniforme masculino, a frase 'Repeita as Minas' foi mostrada. No feminino, a expressão 'Não é Não!". No telão da Arena Corinthians, elas voltaram a ser mostradas.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 MIRASSOL

Data: 7 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (11ª rodada)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Público: 15.144 (total: 15.388)
Renda: R$ 611.717,50
Árbitro: Vinícius Gonçalves Araujo
Assistentes: Miguel Cataneo da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Cartões amarelos: Fagner, Rodriguinho e Clayson (Corinthians); Wellington Reis, Gilsinho e Edson Silva (Mirassol)

Gol: Emerson Sheik, aos 42 minutos do segundo tempo.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Maycon, Rodriguinho e Jadson (Emerson Sheik); Lucca (Pedrinho) e Clayson (Mateus Vital). Técnico: Fábio Carille

MIRASSOL: Fernando Leal; Danilo Boza; Wellington, Edson Silva e Marlon; Wellington Reis (Riccieli), Paulinho (Luís Oyama) e Xuxa; Douglas Baggio (Dalberto), Zé Roberto e Gilsinho. Técnico: Moisés Egert

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos