Jair tem pior sequência no Santos e vê ofensas da torcida com naturalidade

Do UOL, em Santos (SP)

Com a derrota por 3 a 1 para o São Bento, o Santos de Jair Ventura alcançou neste domingo (11) a sua pior sequência na temporada 2018: quatro jogos sem saber o que é vencer, sendo três pelo Campeonato Paulista (Corinthians, Novorizontino e São Bento) e um pela Libertadores (Real Garcilaso). Insatisfeita com a falta de vitórias, a torcida não perdoou o treinador santista, que disse encarar como 'naturais' os xingamentos por parte dos aficionados alvinegros na Vila.

"Ser xingado em uma derrota eu vejo com naturalidade. Pedido de jogador... todo o treinador do mundo quer jogador, mas temos uma avaliação financeira que tem que ser respeitada. Estamos classificados com duas rodadas de antecedência. Por isso tive a oportunidade de testar 30 atletas. A derrota é ruim, mas o Santos teve o luxo de entrar com um time alternativo para saber com quem podemos contar nos próximos jogos", analisou o treinador santista, que até então só tinha acumulado três jogos sem derrota desde que chegou à Vila: empate contra Ituano, derrota para o Palmeiras e empate contra a Ferroviária.

Por outro lado, Jair Ventura disse que a torcida santista está consciente de que o Santos foi a campo neste domingo mais para testar outros jogadores do que para buscar o resultado positivo, uma vez que já estava classificado para as quartas de final do Campeonato Paulista.

"Estamos chateados e vamos reverter. Isso só conseguimos trabalhando. Sempre elogiei o profissionalismo deste grupo. Sei que a torcida vai lotar na quinta, e ela soube que hoje abdicamos o resultado para fazer alguns testes. Quando estamos ganhando, não vou tratar vocês diferente. Vou sempre ser equilibrados nos momentos bons e ruins. Vivemos nossa melhor série e não conseguimos um bom resultado contra o Garcilaso", acrescentou.

Apesar da derrota, o Santos conseguiu avançar às quartas de final na liderança do grupo D, com 19 pontos – contra 16 do Botafogo-SP, que poderia ter alcançando a ponta, mas também acabou derrotado, pelo Corinthians. Com a primeira colocação da chave, o Santos terá a vantagem de jogar a segunda partida das quartas de final, contra o Botafogo-SP, como mandante.

"Nós queríamos decidir em casa. Não fomos bem nos últimos dois jogos, mas conseguimos os resultados antes. Passamos em primeiro como todos os grandes", completou Jair.

O Santos agora deixa de lado o Campeonato Paulista e passa a se concentrar exclusivamente na Copa Libertadores da América, competição pela qual entra em campo na próxima quinta-feira (15): encara o Nacional-URU no estádio do Pacaembu, às 19h15, pela segunda rodada da fase de grupos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos