'Vou ajudar', diz interino Jardine sobre Aguirre, novo técnico do São Paulo

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O treinador interino do São Paulo neste domingo (11), André Jardine, fez elogios ao novo comandante da equipe tricolor, o uruguaio Diego Aguirre, e disse que espera ajudá-lo. Ele será parte da comissão do técnico que será anunciado nesta segunda-feira (12).

"Eu me identifico muito com o Aguirre. Sempre treinou equipes que trabalham bem a bola. E tem a característica de manter uma marcação que se impõe até o último minuto do jogo", declarou Jardine, na entrevista coletiva após a vitória por 3 a 1 contra o Red Bull Brasil, no Morumbi, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista.

"Muitos jogadores que o Aguirre lançou no Internacional foram meus atletas. O Valdívia, inclusive, é um deles. O Inter dele chegou a uma semifinal da Libertadores e foi campeão Gaúcho jogando a maior parte do tempo com o time reserva", acrescentou Jardine.

Dorival Júnior

O treinador interino do time tricolor também falou a respeito da saída de Dorival Júnior do comando do São Paulo. Segundo ele, "não tinha como ser diferente" com o ex-técnico, demitido na sexta-feira (9) após derrota de 2 a 0 contra o Palmeiras.

"O grupo está triste. O Dorival é muito querido por aqui. Queria, inclusive, agradecê-lo. Eu o considero um dos melhores treinadores do Brasil. Eu fico chateado pelo projeto não ter dado certo. Todos estão um pouco chateados com essa situação", declarou Jardine.

Vitória e Diego Souza

O treinador interino ainda comentou sobre Diego Souza, uma das principais contratações do São Paulo para a temporada. Afirmou que acredita que o jogador pode fazer tanto a função de centroavante quanto a de meio-campista.

"Quando o São Paulo estiver melhor, eu não tenho dúvida que o Diego vai jogar bem como centroavante. E se jogar atrás do centroavante, no meio, também não tenho dúvida que irá jogar bem, é um grande jogador, mostrou isso na sua passagem pelo Sport."

Marcello Zambrana/AGIF
Diego Souza em lance da partida entre São Paulo e Red Bull, pelo Paulistão

A atuação do meia foi decisiva para a vitória deste domingo, segundo Jardine. "O jogo de hoje tinha essa importância, para dar à torcida, à diretoria, ao clube um poder de reação."

"Eu sempre vou ver o São Paulo com condição de jogar para ganhar qualquer coisa, porque o São Paulo é muito grande", acrescentou, dizendo que vê que o elenco irá evoluir.

"As coisas não vinham dando certo, mas o futebol é assim. Se melhorar um pouco, o São Paulo vai jogar de igual para igual com qualquer equipe do Brasileiro", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos