Preocupado, Aguirre admite frustração com estreia no SP: "Não gostei"

Do UOL, em São Paulo (SP)

Nos primeiros jogos desta temporada, o técnico Dorival Júnior tentou escalar um São Paulo mais experiente e técnico, com Christian Cueva, Nenê e Diego Souza juntos no setor ofensivo. Os testes nunca deram resultado, o treinador resolveu mudar e partir para um estilo de jogo mais leve. Assim, houve tímida melhora. Em sua estreia pelo Tricolor, Diego Aguirre também resolveu dar chance a esse trio, mas foi mais um a se frustrar. Os três atuaram mal e a equipe acabou derrotada por 1 a 0 pelo São Caetano na tarde deste sábado, na abertura das quartas de final do Campeonato Paulista.

"Eu tentei colocar os três para encontrar um jogo pelo meio. Sei que não funcionou antes, mas tenho que tentar transmitir confiança aos jogadores, tirar minhas próprias conclusões. Cada jogo é uma oportunidade para os jogadores, que têm de aproveitar. Obviamente tiveram coisas que não gostei. Só não posso tirar conclusões definitivas por um jogo. Com jogo decisivo, pouco tempo de treino, achei que colocar os jogadores de experiência para esse campo difícil (do Anacleto Campanella) poderia ajudar. Foi o que pensei, mas o resultado é que dá a razão. Fico triste, mas temos que reverter. É bom voltar ao campo logo para esquecer essa atuação que não gostei. Vou falar dos problemas com eles", analisou o uruguaio.

Aguirre fará sua segunda partida à frente do São Paulo na terça-feira, às 21h, no Morumbi. Para avançar à semifinal do Paulistão, o Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença para uma classificação direta. Se o triunfo for por um gol apenas, haverá disputa de pênaltis. O cenário é visto com preocupação pelo técnico são-paulino, que deu a entender que fará mudanças na equipe titular para o duelo de volta.

"A classificação é difícil, não impossível, mas me preocupa. Sei que não é um bom momento e que precisamos de muito para melhorar. Me preocupo também porque sei que é preciso encontrar o time rápido e recuperar o nível dos jogadores, que não estão no seu máximo. Temos que trabalhar para que eles consigam ajudar o time. Tento conhecer os jogadores e buscar alternativas. Sabemos que o time está com dificuldades e temos que buscar opções. Temos que melhorar muito, trabalhar e ter outra disposição em campo", alertou Aguirre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos