Valdivia diz que virada do SP é "fácil": "Vamos partir para cima deles"

Do UOL, em São Paulo (SP)

Depois de perder um jogo de mata-mata por 1 a 0, em um clube sem títulos há seis anos e pressionado, o usual seria ver discursos de cautela, de apreensão. Mas não foi o que Valdivia apresentou neste sábado. Depois do revés do São Paulo para o São Caetano na abertura das quartas de final do Campeonato Paulista, o meia-atacante apostou em virada "fácil" para o Tricolor, que volta a campo na terça-feira, às 21h, no Morumbi. 

"Tenho certeza de que vamos partir para cima deles. E eles vão precisar se fechar muito bem para segurar a gente. Sabemos da nossa qualidade e uma derrota por 1 a 0 é fácil de reverter. Com certeza vamos fazer pelo menos um gol. Hoje (sábado), eles deram sorte, mas fizeram o dever de casa. Agora temos que fazer o nosso, partindo para o ataque", receitou o camisa 21.

O discurso de Valdivia foi ousado e na contramão até do que outros são-paulinos apresentaram, como Nenê e o técnico Diego Aguirre. O jogador emprestado pelo Internacional até o fim do ano ainda reclamou das condições do gramado do Anacleto Campanella, que teria atrapalhado a tentativa do São Paulo de "envolver" o Azulão com jogadores mais técnicos. O meia lembra, porém, que a derrota fará com que apareçam apenas críticas ao Tricolor.

"Quando perde, dificilmente vão falar que alguém foi bem. E quando ganha, muita coisa fica escondida. Claro que poderíamos ter dado mais hoje. Até tentamos envolver o time deles, mas o gramado não ajudou. Você tentava conduzir a bola e ela ia pingando", lamentou o autor de três assistências e dois gols nesta temporada. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos