Rodriguinho reclama de erros corintianos na bola aérea: "Tem que melhorar"

Do UOL, em São Paulo

Os três gols sofridos pelo Corinthians neste domingo (18) têm algo em comum: todos nasceram de cruzamentos. O problema da equipe de Fábio Carille é crônico e só não custou mais caro porque o placar final no estádio do Pacaembu foi 3 a 2 para o Bragantino. Questionado sobre a situação, Rodriguinho não escondeu a insatisfação.

"Infelizmente foram três gols de bola parada. Sabíamos que o forte da equipe deles era esse, mas acabamos tomando três gols. Temos que melhorar essa parte", admite à TV Globo o meio-campista, que teve atuação abaixo do que dele se espera.

Pela partida de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, o Corinthians encarou o Bragantino no Pacaembu, local escolhido pela equipe do interior. A decisão é no meio de semana, e Rodriguinho cobra atenção. "A decisão fica para quinta-feira, na nossa casa. Vamos ter que tentar nos superar para conseguir a classificação", alerta.

Outro que cobrou mais atenção foi Balbuena, autor do primeiro gol corintiano que admite erros defensivos nos lances dos gols adversários. "No primeiro gol, acho que o Clayson ficou dando condição, mas nossa linha [de impedimento] saiu certinha. No segundo, a hora que o Cássio dá rebote, nossa marcação estava perfeita no lance, mas eles deram sorte que a bola sobra no pé do cara. Talvez nossos volantes deveriam ter preenchido esse espaço", entende o zagueiro, admitindo que "o rendimento do grupo ficou muito abaixo".

A má atuação como um todo fez Maycon admitir ter sido "um deslize que não podemos cometer em mata-mata". O volante celebra o gol de Pedrinho, que diminuiu a desvantagem já nos minutos finais, mas não esconde que "faltou um pouquinho de concentração".

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos