Com Gabigol na 'seca', Santos precisa acabar com jejum para ir à decisão

José Eduardo Martins e Marcello De Vico

Do UOL, em São Paulo e Santos (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

Tudo bem que Jaílson esteve em noite inspiradíssima na noite do último sábado (24), no Pacaembu. Mas fato é que o ataque do Santos mais uma vez passou em branco na derrota por 1 a 0 pela partida de ida da semifinal do Campeonato Paulista. Foi o terceiro jogo consecutivo que o time santista não balançou as redes, algo que ainda não havia acontecido neste ano.

Nas quartas de final, o Santos só avançou na decisão por pênaltis, após dois empates sem gols contra o Botafogo-SP. Contra o Palmeiras, porém, o time de Jair Ventura terá de acabar com esse jejum caso queira chegar à final do Paulistão. Para levar a decisão aos pênaltis, precisa ao menos fazer um gol – e não levar nenhum – no jogo de volta, terça-feira, às 20h30 (de Brasília), de novo no Pacaembu.

O problema é que, além do jejum da própria equipe, o Santos convive também com a 'seca' de gols de sua principal estrela: Gabigol. Depois de um início arrebatador, com quatro gols em quatro jogos, Gabriel não balançou mais as redes. Passou em branco contra Real Garcilaso, Nacional, Botafogo-SP (dois jogos) e Palmeiras.

Contra o rival alviverde, Gabigol teve uma chance clara de gol, mas parou em Jaílson. Questionado na saída de campo sobre o jejum de um mês, o atacante santista minimizou: "Não preocupa. Se eu fizer dois na terça está ótimo".

A seu favor, Gabigol tem o retrospecto diante do Palmeiras, sua maior vítima. Em 13 jogos, o atacante soma seis gols e seis vitórias diante do rival alviverde.

Vale lembrar que Gabigol não poderá ajudar o Santos no próximo compromisso da Libertadores. Ele foi expulso diante do Nacional e, desta forma, será desfalque no jogo contra o Estudiantes, na Argentina, dia 5 de abril, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores.

Desfalques para terça-feira

Para o jogo de volta da semifinal contra o Palmeiras, o técnico Jair Ventura mais uma vez não poderá contar com Léo Cittadini, vetado pelo departamento médico por conta de uma lesão muscular na coxa esquerda. Já Rodrygo e Sasha, com desgaste muscular, não treinaram na manhã deste domingo (25) e serão reavaliados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos