Nenê vê tentativa corintiana de desviar foco da derrota para o São Paulo

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Nenê em comemoração do gol que gerou polêmica com o Corinthians

    Nenê em comemoração do gol que gerou polêmica com o Corinthians

Nenê foi destaque na primeira partida da semifinal do Campeonato Paulista entre São Paulo e Corinthians, no último domingo (25), no Morumbi. Além de fazer o gol da vitória por 1 a 0 do Tricolor, ele chamou a atenção por ter discutido com o técnico Fábio Carille durante o jogo e comemorado o gol em frente ao banco de reservas do arquirrival. Por isso, ele recebeu o cartão amarelo. No entanto, o jogador acredita que as reclamações do adversário podem fazer parte de uma estratégia para desviar o foco após o revés.  

"Não ficou pesado [o clima], mas normal, clássico é quente. Todo clássico é sempre assim, mas acho que estão tentando tirar o foco do que foi o clássico ontem [domingo]. O que aconteceu já foi conversado, não teve falta de respeito. Da minha parte não tive intenção nenhuma de incitar algo ruim. Acho que é normal, pressão sempre vai ter, como foi no nosso estádio. Faz parte do futebol", disse Nenê, que encara com naturalidade as provocações e o clima de clássico.

"A pressão que cada um faz pelo seu time é normal. O que é válido dentro de campo, com respeito, querendo ganhar em todo momento. Não tem o que falar sobre isso. Sabemos o que é certo e errado. Somos seres humanos. Às vezes erramos. Não só nós, como torcedores. Mas temos de tentar dar o exemplo dentro e fora de campo, tanto que o árbitro veio conversar conosco ontem, para não deixar a rivalidade ultrapassar esse respeito dentro e fora de campo", completou Nenê.

Após o jogo, Carille ainda reclamou da postura do técnico são-paulino, Diego Aguirre, que não o teria cumprimentado. O segundo e decisivo confronto do mata-mata será nesta quarta-feira na Arena Corinthians. Por ter ganhado o primeiro duelo, o São Paulo entra com a vantagem do empate. Em caso de vitória por um gol de diferença dos alvinegros, a decisão será nos pênaltis.

"É uma vantagem, não muito grande. É como se fosse o primeiro tempo, agora é o segundo. Temos que tentar não levar gol e não deixar pressionar. Vai ter pressão. Vai ser um jogo muito complicado, eles vão tentar a vitória e nós vamos tentar a classificação. Temos de ter a mesma atitude e vontade, como tivemos em casa. Temos de ir da mesma maneira fora de casa e a classificação. Tem de estar concentrado mentalmente e esquecer o resto. É pensar em jogar futebol e conquistar o resultado e ir à final, que é o grande objetivo", afirmou Nenê.

O São Paulo, no entanto, nunca venceu o arquirrival em sua casa. Desde a inauguração do estádio em 2014, foram cinco derrotas corintianas e dois empates. "Jogar em casa com a sua torcida é um fator importante. A torcida anima, você vai pegando mais confiança. Precisa saber lidar com essa situação, que é contrária, saber superar e não pensar nisso como fator importante dentro da partida e manter a intensidade que jogamos na nossa casa", disse Nenê.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos