Petros revela papo com técnico antes de vitória do SP: 'É muito aguerrido"

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Desde que Diego Aguirre assumiu o São Paulo uma coisa ficou clara, o treinador uruguaio quer um time aplicado. Nas últimas duas vitórias sobre São Caetano e Corinthians, o Tricolor mostrou a dedicação e a intensidade pedidas pelo treinador. No caso do volante Petros, a conversa com o chefe foi em particular antes do triunfo por 1 a 0 sobre o arquirrival, no primeiro duelo da semifinal do Campeonato Paulista, nesse domingo (25).

"A postura é o que ele mais tem cobrado, mais tem nos exigido. Ele teve uma conversa comigo e falou que queria isso. Acredito que nesse sentido ele fica muito feliz porque a equipe lutou, se desdobrou e ganhou quase todas as divididas e segundas bolas. Vamos descansar porque temos um jogo muito difícil na quarta-feira", disse o meio campista.

"Ele é muito aguerrido, acho que o sobrenome tem a ver com isso [risos]. Ele me disse: 'Petros, não podemos perder nenhuma dividida, nenhuma segunda bola'. Acredito que ele tenha saído satisfeito", completou o jogador.

O São Paulo joga agora a segunda e decisiva partida nesta quarta-feira na Arena Corinthians, às 21h45 (de Brasília), onde jamais venceu. O time disputou sete partidas na casa do adversário (cinco derrotas e dois empates). O tabu, no entanto, não preocupa o meio campista tricolor.  

"Cada dia vai ser criado um tabu. Cada dia vai ter uma barreira nova, mas isso para a gente não é tão importante. O mais importante foi a postura da equipe, a forma como a gente se doou, como a gente se dispôs o máximo. Foi um jogo muito difícil. Poucos times conseguem furar a barreira do Corinthians e nós conseguimos. É uma vantagem mínima, mas é uma vantagem. Vamos para mais uma batalha contra o Corinthians", disse Petros.

Desfalques

Como publicou o UOL Esporte na última semana, Aguirre não poderá contar com Valdívia também no segundo jogo da semifinal. O meia atacante sofreu um pequeno estiramento na região posterior da coxa esquerda. A tendência é que ele seja liberado para trabalhar com os demais companheiros na próxima semana. 

Além dele, o São Paulo não contará com os selecionáveis Rodrigo Caio e Cueva, que defendem Brasil e Peru, respectivamente, em amistosos internacionais. Em recuperação de lesão, Hudson, Edimar, Júnior Tavares e Anderson Martins ainda podem ser relacionados para o jogo desta quarta. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos