Roger diz que classificação no sufoco ajuda Palmeiras a manter pés no chão

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

Roger Machado sempre foi consciente de que apesar do elenco e da melhor campanha na primeira fase, o Palmeiras teria dificuldades em alguns jogos. Depois da classificação à final ao bater o Santos nos pênaltis por 5 a 3 , nesta terça-feira (27), o comandante alviverde afirma que a vaga conquistada após os 90 minutos ajuda a equipe a se manter focada.

"Otimismo e euforia tem desde o início do ano, a confiança de que, com o grupo que temos, podemos conquistar muito pelo Palmeiras. Mas passar um exagerado otimismo e uma falsa facilidade, achar que a gente vai conquistar com tranquilidade, não. Talvez um resultado com passagem nos pênaltis possa de fato colocar as coisas em seu devido lugar, que temos chance de vencer o Paulista, mas que não vai ser fácil. Vai ser sempre parada dura", disse.

O jogo teve que ser decidido nas penalidades por conta da vitória santista por 2 a 1 no Pacaembu. Apesar de ter um time com mais grife, o técnico alviverde enalteceu a partida do Santos.

"Decisão é dessa forma, nós não imaginávamos que faríamos dois jogos com placar elástico como na fase anterior. É clássico, é time grande, envolve muitas emoções e sentimentos dentro de campo", afirmou.

Apesar do time repleto de estrelas, Roger explicou que quem trabalha no Palmeiras deve saber lidar com cobranças.

"Se o Palmeiras não tivesse investido da forma que investiu e não tivesse os jogadores da qualidade que tem, também seria cobrado para ganhar tudo. Estamos no Palmeiras, a torcida sempre quer títulos. A gente sabe que por vezes não é possível fazer tudo, mas vamos trabalhar para conquistar sempre", explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos