Apostas do futuro e "donos da base", Loss e Jardine duelam no Majestoso

Diego Salgado e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians e Diego Nigro/Estadão Conteúdo

    Loss e Jardine são fundamentais para a adaptação dos jovens no profissional

    Loss e Jardine são fundamentais para a adaptação dos jovens no profissional

Diego Aguirre e Fábio Carille roubaram a cena no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista, entre São Paulo e Corinthians. Muito mais do que a disputa tática, o assunto foi o fato de o técnico tricolor não ter cumprimentado o alvinegro, que reclamou de tal postura. Mas além da batalha entre os treinadores, o segundo e decisivo jogo do mata-mata, nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians, promove o duelo entre os "donos da base" dos clubes: Osmar Loss e André Jardine.

Gaúchos, os dois comandaram os times juvenis de São Paulo e Corinthians e, por isso, conhecem como poucos os jovens que foram promovidos para o profissional nos últimos anos. Nascido em Porto Alegre, Jardine é uma das principais apostas no Morumbi. Depois de conquistar quase todos os títulos possíveis nos últimos três anos, ele foi promovido a auxiliar fixo da comissão técnica profissional nesta temporada. A ideia é que ele ganhe experiência para um dia assumir o cargo de treinador. 

No time principal, ele passou a ser figura importante na adaptação de Diego Aguirre ao clube e na integração de jogadores que subiram das categorias de base. Lucas Perri, Éder Militão, Júnior Tavares, Araruna, Liziero, Paulo Henrique, Pedro, Lucas Fernandes, Shaylon, Brenner, Paulinho Boia, Caíque e Bissoli trabalharam com Jardine, que sabe muito bem como e onde cada um deles pode render mais. 

Na parte tática, Jardine também recebeu muitos elogios da direção tricolor. Desde 2015 no São Paulo, o treinador, que trabalhou antes no Internacional e no Grêmio, gosta de times que mantenham a posse de bola, mas que também sejam ousados e contem com variações na hora de partir ao ataque. Para aprimorar o repertório do técnico, o clube pretende financiar viagens e cursos para ele ao longo do ano.  

Já Osmar Loss foi alçado aos profissionais do Corinthians em janeiro de 2017, logo depois de conquistar o segundo título da Copa São Paulo como treinador da equipe sub-20. No clube paulista desde 2013, o gaúcho de Passo Fundo levou o Corinthians a quatro finais seguidas na Copinha, numa campanha de 32 jogos e 28 vitórias, com apenas uma derrota.

No time principal, Loss, que é conhecido pela seriedade e pelo perfil estudioso, também tornou-se peça fundamental para a adaptação dos atletas oriundos da base. Não à toa, o auxiliar corintiano é quase sempre citado pelos mais jovens em entrevistas. Após a promoção dele, inclusive, o Corinthians de Fábio Carille tem dado mais espaço aos jogadores revelados no clube.

No começo de 2017, por exemplo, Carlinhos, Pedrinho e Mantuan também subiram ao profissional. No ano passado, outros jogadores que trabalharam com Loss na base se destacaram, caso de Guilherme Arana e Maycon. Caique, Pedro Henrique, Marciel, Léo Jabá e Léo Santos também tiveram oportunidades na equipe alvinegra.

Além desse papel importante em relação aos jovens, Loss é responsável pela preparação de algumas partidas e de treinos ocorridos no CT Joaquim Grava. Ele trabalha ao lado de Leandro da Silva, mais conhecido como Cuca, e o ex-volante Fabinho. Os auxiliares fazem um revezamento no banco de reservas. O responsável pelo jogo ajuda a dissecar o próximo adversário, enquanto os outros dois preparam o treino dentro do objetivo traçado por Carille. Nesta quarta-feira, Loss estará ao lado do treinador à beira do campo.  

Vantagem são-paulina

Por ter vencido a primeira partida por 1 a 0 com um gol de Nenê, o São Paulo entra em campo nesta quarta-feira com a vantagem do empate. Caso o Corinthians ganhe por um gol de vantagem, a decisão será na disputa por pênaltis. O Tricolor, porém, tenta quebrar o tabu de jamais ter derrotado o arquirrival em sua casa. Desde a inauguração da Arena Corinthians, em 2014, foram cinco triunfos alvinegros e dois empates.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x SÃO PAULO

Data: 28 de março de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (volta da semifinal)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araujo
Auxiliares: Anderson de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan (Fagner), Pedro Henrique (Balbuena), Henrique e Sidcley; Gabriel (Ralf) e Maycon; Mateus Vital (Romero), Rodriguinho (Pedrinho) e Clayson; Júnior Dutra (Emerson Sheik). Técnico: Fábio Carille

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Arboleda, Bruno Alves (Rodrigo Caio) e Reinaldo; Jucilei, Petros e Liziero; Nenê, Tréllez e Marcos Guilherme. Técnico: Diego Aguirre

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos