Sessão do TJD que julgaria novamente caso de Jailson é adiada em um dia

Do UOL, em São Paulo

  • THIAGO BERNARDES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) decidiu adiar em um dia o julgamento do recurso obtido pelo Palmeiras para a pena de três jogos imposta ao goleiro Jailson. A sessão, antes agendada às 17h30 desta segunda-feira (2 de abril), foi transferida para terça (3), às 17h, no mesmo dia em que o Verdão irá enfrentar o Allianza Lima, pela Copa Libertadores.

Em comunicado, Antonio Olim, presidente do TJD-SP, alegou "motivo de força maior" para a mudança na programação do tribunal.

Expulso na derrota por 2 a 0 para o Corinthians, em Itaquera, Jailson recebeu três jogos de gancho no primeiro julgamento. Ele terminaria de cumprir a pena no duelo de ida contra o Santos, pela semifinal do Paulistão, mas o clube conseguiu efeito suspensivo, que garantiu a escalação do goleiro nas duas partidas contra o Peixe.

Jailson defendeu a cobrança de pênalti de Diogo Vitor, que ajudou a garantir o Verdão na final do Paulistão, na última terça-feira.

Se a pena inicial não for reduzida, Jailson ficará fora do segundo jogo da final estadual, no dia 8 de abril, no Allianz Parque - o Palmeiras tem mando de campo garantido, seja qual foi o adversário na decisão, Corinthians ou São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos