Uma falta a cada dois minutos e 12 cartões: dérbi quente marca 1ª final

Do UOL, em São Paulo

Corinthians e Palmeiras fizeram um jogo quente neste sábado (31), no primeiro duelo válido pelas finais do Campeonato Paulista de 2018. Com as jogadas ríspidas e os bate bocas chamando mais atenção que a bola rolando, a "temperatura" se refletiu nos números finais.

Ao todo foram 50 faltas cometidas (22 feitas pelo Corinthians e 28 cometidas pelo Palmeiras), média aproximada de uma falta a cada dois minutos de partida, além de 12 cartões ao todo, sendo quatro amarelos e um vermelho do Corinthians e seis amarelos e também um vermelho para Palmeiras, que venceu por 1 a 0 na Arena Corinthians, com gol de Borja ainda no primeiro tempo.

No primeiro tempo, uma confusão iniciada entre o zagueiro corintiano Henrique e o atacante palmeirense Borja causou cartões amarelos para os dois jogadores e também as expulsões de Clayson e Felipe Melo, que trocaram farpas fora da jogada.

Ainda levaram cartão amarelo Gabriel, Maycon e Romero, do lado do Corinthians, além de Bruno Henrique, Thiago Santos, Lucas Lima, Willian e Dudu pelo Palmeiras.

O fato chamou a atenção de Fábio Carille. Segundo o técnico corintiano, o excesso de bola parada prejudicou o andamento da partida. "A arbitragem foi muito boa. Mas eu não gostei e quero ver em quantos minutos a bola rolou. Achei um jogo muito parado, muita conversa, muita bola parada, mas não tenho nada o que falar da arbitragem."

Mesmo atuando fora de casa, o Palmeiras venceu o Corinthians por 1 a 0 e atuará com vantagem no jogo de volta, no Allianz Parque. A decisão do Campeonato Paulista será no próximo domingo, às 16h, e uma vitória do Corinthians por um gol de diferença leva aos pênaltis, enquanto o Palmeiras tem a vantagem do empate em razão da vitória construída na ida.

Daniel Vorley/AGIF

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos