FPF adverte Corinthians e Palmeiras por 'tumulto generalizado' na 1ª final

Danilo Lavieri e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Jogadores de Corinthians e Palmeiras se desentenderam no fim do primeiro tempo

    Jogadores de Corinthians e Palmeiras se desentenderam no fim do primeiro tempo

A Federação Paulista de Futebol (FPF) advertiu Corinthians e Palmeiras pela briga ocorrida na primeira final do Campeonato Paulista. A entidade enviou um documento aos dois clubes, diretamente aos seus presidentes, o corintiano Andrés Sanchez e o palmeirense Maurício Galliote.

No texto, no qual a reportagem do UOL Esporte teve acesso, e FPF chama a confusão de 'tumulto generalizado', com 'ofensas e agressões mútuas trocadas por funcionários e membros das comissões de ambos os clubes'.

Além de lamentar e advertir a direção dos dois clubes pela briga, a entidade informou formalmente que as imagens do confronto ajudarão a identificar quais jogadores e integrantes das comissões técnicas participaram da confusão.

"Tais atitudes serão devidamente analisadas pela Justiça Desportiva, mas merecem nossa reprimenda, pois episódios como estes são inaceitáveis sob qualquer ponto
de vista", diz o texto, que é assinado pelo presidente Reinaldo Carneiro Bastos.

Como mostrou o UOL Esporte na manhã desta terça-feira,  o Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista já analisa as imagens e cogita punições para envolvidos em confusões.

O procurador geral do TJD, Wilson Marchetti deve concluir nesta terça a análise das imagens de todos os eventos. Além disso, o árbitro Leandro Bizzio Marinho foi contatado para prestar mais informações. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos